Política local 06/05/2015

“Nunca avalie um inimigo pelas aparências, elas costumam disfarçar o perigo”.
(Ditado armênio)

Procurando pau que dá sombra
O presidente do PHS, Manoel Roque, diz que já fez promessa  para Santo Antonio e Santo Onofre para conseguir falar com o  governador Tião Viana e arrumar um cargo, mas não foi ouvido. Mas,  que já encontrou um meio de resolver a questão: “vou ficar de vigília na porta do pastor da Igreja Batista, Agustinho, que é o cara  e pedir para ele ser meu o padrinho”.

Muito mais ligados
O irmãos Jorge e Tião Viana são mais ligados ao ex-presidente Lula que à presidente Dilma, por isso toda vez que o Lula é convidado para uma simples inauguração no Acre, não refuga.

Erro nos números
Como secretário de Comunicação participei de várias discussões sobre folha salarial. É um erro do deputado Luiz Gonzaga (PSDB) dizer que secretarias e cargos de comissão impactam a folha.

Impacto não significativo
Reduzir secretarias e cargos de confiança não resolve o problema de caixa de um governo, com demandas grandes. O que impacta é o Governo Federal não liberar verbas para os projetos e a queda do FPE.

Um debate interessante
No mais, o deputado Luiz Gonzaga (PSDB) trouxe ao debate um tema importante e interessante, que é o impacto da crise econômica nacional nas finanças estaduais.

Continuaria a crise
Caso os cargos de confiança e as secretarias fossem reduzidas pela metade, ainda assim a crise econômica não acabaria. Existem outros componentes que pesam mais na máquina estatal.

Mundo dos delírios
O deputado federal Wherles Rocha (PSDB) anda no mundo dos delírios ao dizer que o senador Jorge Viana (PT) se prepara para deixar o partido. Ninguém deixa de ser general para ser soldado.

Mais coerente e realista
E mais realista e coerente o senador Jorge Viana (PT) reconhecer que o PT não difere mais dos partidos que criticava do que acusar a CIA, como fez o deputado federal Sibá Machado (PT).

Não resolve só reconhecendo
O prefeito Marcus Alexandre diz estar incomodado com a buraqueira na cidade. Mas é algo que só se incomodar não resolve, o que resolve é ter recursos em caixa para fazer as obras.

Este é o problema
A grande questão é que o governo estadual está sem caixa para ajudar a prefeitura. E aí é rezar a Santo Expedito, o santo das causas impossíveis, para chegar recursos federais suficientes.

Possibilidade zero
Estou chegando de Cruzeiro do Sul. A possibilidade do empresário Linker Cameli ser candidato a prefeito do município é zero e ainda mais apoiado pelo prefeito Vagner Sales. Foi o que ouvi.

Sempre foi o “PlanoB”
Pessoa próxima à deputada Leila Galvão conta que, a vereadora Fernanda Hassem (PT) sempre foi o seu “Plano B” à prefeita de Brasileia, a preferida era a empresária Marleuda Cavalcante.

Pode prepara a jugular
Segundo a mesma fonte, a  Fernanda Hassem pode preparar a veia jugular para a estocada: Marleuda vai propor um acordo de apoio que passa por seu marido ser secretário de Finanças.

Não se faz
Acôrdo pré-eleitoral é algo que não se faz, até porque não dá para combinar com o eleitor.

Conversa com o eleitor
O que a vereadora Fernanda Hassem (PT) tem de fazer é cair em campo e conversar com o eleitor. Se ganhar a disputa da prefeitura de Brasileia é outra história, aí pode dividir o bolo.

Não são peru
E pensar também que nem o prefeito Everaldo Gomes (PMDB) ou o vereador Joelso Pontes (PP), seja qual for o candidato a prefeito de Brasileia, não são peru, que morre de véspera.

Não se renovou
O PCdoB , como o PT, também não se renovou em Cruzeiro do Sul e hoje não tem um nome que possa indicar como inquestionável para disputar a prefeitura do município, no próximo ano.

Fora da disputa
Uma fonte do PT garantiu à coluna que a vereadora Rose Costa (PT) não disputará a reeleição.

Cada um trate do seu
É comum xingamentos contra o secretário Nepomuceno Carioca, que na campanha, só trata dos interesses do PT. Onde está o erro? Cada partido trate de crescer e não ficar dependente.

Antídoto Sinhasique
Não vou dar o nome do santo, mas falar sobre o milagre: o PT tem um trunfo que pode detonar a deputada Eliane Sinhasique (PMDB) no meio evangélico, se disputar a PMRB.

Pode cravar seco
Uma importante figura do PT me ligou ontem, e em meio a conversa, soltou esta: “se você tiver que cravar em algum nome para ser o vice do Marcus, crave seco no Gabriel Forneck”.

Peixe com escamas
E adiantou: “o maior indicativo é que o Gabriel não disputará a reeleição”. Bem, não brigo com a informação, não avalizo e nem desconfio,  vendo o peixe como recebi, com escamas.

É para mostrar com orgulho
O Complexo de Piscicultura é de fato uma obra a ser mostrada com orgulho. É um dos grandes projetos do Tião Viana. Mas, não esqueçam o trabalho do secretário  Edvaldo Magalhães.

Não é novidade
O Lula vir ao Acre para a inauguração não é novidade, tantas foram as vezes que aqui esteve, a novidade é a presença do presidente boliviano, Evo Morales, que não vai a qualquer lugar.

Derramaram o leite
O PT tinha tudo para ter um nome competitivo para disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul no próximo ano, e não ficar como agora, batendo cabeça atrás de uma candidatura viável em outros partidos ou na área empresarial. Se na campanha para deputado estadual tivessem priorizado no município a candidatura do Marcelo Siqueira (PT), um nome qualificado, por certo teria sido eleito e o PT um senhor nome para a disputa. Mas, agora é chorar pelo leite derramado. E correr atrás do imponderável.

Assuntos desta notícia