Encontro de piscicultores é marcado pela presença de Lula e Evo Morales

O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi recepcionado no Aeroporto Internacional de Rio Branco pelo governador Tião Viana e o ex-presidente Lula
O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi recepcionado no Aeroporto Internacional de Rio Branco pelo governador Tião Viana e o ex-presidente Lula

O governador Tião Viana (PT) recebeu na manhã de quinta-feira, 7, durante o 3º Encontro dos Piscicultores do Acre, ocorrido no Complexo de Piscicultura Peixes da Amazônia S.A., o governador do Piauí, Wellington Dias, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e o presidente da Bolívia, Evo Morales, e seus respectivos ministros.

Os líderes políticos visitaram o Frigorífico de Processamento de Peixes. Em sua fase inicial de teste, o empreendimento já comercializou mais de 15 toneladas de pescados para os supermercados locais. Operando apenas com 20% da sua capacidade de produção, o frigorífico emprega mais de 40 funcionários, podendo chegar a 400 empregos diretos em um ano de funcionamento.

O empreendimento já possui o selo de aprovação do Serviço de Inspeção Federal (SIF), expedido pelo Ministério da Agricultura. O objetivo agora é alcançar o mercado internacional.

Na ocasião, o Governo do Estado e representantes da empresa investidora do projeto assinaram o termo de cooperação técnica que viabiliza investimentos de R$ 1,3 milhão na piscicultura.

“Esses investimentos irão fortalecer a cadeia, oferecendo capacitação e assistência aos produtores, além de favorecer a compra de maquinários para a Central de Cooperativas de Piscicultores do Acre [Acrepeixes]”, salientou Adalberto Moreto, presidente do conselho da Peixes da Amazônia.

O governador Tião Viana reafirmou seu compromisso com o Acre. “Tenho orgulho de ser desta terra. Meu compromisso é e sempre será com o povo acreano. Eu lembro como se fosse hoje quando eu fui ao gabinete do presidente Lula e disse que queria pensar o Acre nessa etapa futura: a economia, a industrialização, o emprego, a qualidade da renda do povo do Acre. E eu tenho pensado na renda, na qualidade de vida do povo do Acre”.

O senador Jorge Viana parabenizou o governo pelo desenvolvimento de um projeto que envolve toda a cadeia produtiva, e agradeceu ao ex-presidente Lula por contribuir com essa nova fase de consolidação da indústria acreana.

“O Acre tem Lula, o melhor e mais dedicado amigo, desde os tempos de Chico Mendes. Se tem uma coisa que não podemos negar nunca é que chegamos onde estamos devido à grande ajuda do Lula”, disse.

Assembleia Legislativa entrega Títulos de Cidadão Acreano e Cidadão Benemérito a Lula

Título de Cidadão Acreano foi entregue a Lula pelo deputado Ney Amorim
Título de Cidadão Acreano foi entregue a Lula pelo deputado Ney Amorim

A Assembleia Legislativa (Aleac), através de seu presidente, deputado Ney Amorim (PT), entregou ao ex-presidente Lula, durante o 3º Encontro dos Piscicultores, realizado no Complexo de Piscicultura, os Títulos de Cidadão Acreano e de Cidadão Benemérito do Acre.

“Tenho a honra de fazer essa justa homenagem ao nosso eterno presidente Lula, entregando o Título de Cidadão Benemérito do Acre e o Título de Cidadão Acreano a esse grande amigo do nosso povo e do nosso Estado. É uma forma de reconhecer tudo que ele já fez e ainda faz pelo nosso Acre”, disse Ney Amorim.

O presidente do parlamento estadual destacou a forma respeitosa com a qual Lula trata o Acre. Ele lembrou que o ex-presidente é um dos responsáveis pelo desenvolvimento do Estado.

“Todos os investimentos e todas as parcerias que nos proporcionaram a oportunidade da realização de grandes obras, importantes para o desenvolvimento do nosso Estado e que ajudam a melhorar a qualidade de vida do nosso povo, contaram com o apoio e a ajuda do nosso eterno presidente Lula. É uma forma de retribuir o carinho que o Lula tem pelo nosso Acre”, destacou.

Durante o Encontro, Ney Amorim parabenizou o governador Tião Viana pelo Complexo de Piscicultura, que já funciona com a Fábrica de Ração, o Centro de Reprodução de Alevinos e o Frigorífico. Ele também destacou a inauguração do call center, que pode gerar até cinco mil empregos.

“Nós, do PT, viemos para mudar a história deste país”, afirmou ex-presidente Lula

Lula afirma que o Acre vive um momento de desenvolvimento, de geração de riquezas e industrialização
Lula afirma que o Acre vive um momento de desenvolvimento, de geração de riquezas e industrialização

O ex-presidente Lula iniciou seu discurso lembrando-se da inauguração da primeira etapa do Complexo de Piscicultura, do qual participou. “Tião, quando eu estive aqui em 2013, você ainda sonhava com esse complexo. Era apenas um lugar com uns tanques e uns poucos alevinos, mas hoje já é um complexo, que tem uma fábrica, um frigorífico”, recordou Lula.

O líder político frisou que o Acre vive um momento de desenvolvimento, de geração de riquezas e de industrialização. “O Acre é o primeiro estado brasileiro a inaugurar a maior indústria de pescado da América Latina. O governador Tião Viana está de parabéns, pois está transformando sonhos em realidade, está saindo da teoria para a prática”, afirmou.

Lula parabenizou o governador Tião Viana pelo projeto e salientou que ele deve continuar trabalhando em favor do desenvolvimento do Estado. Ele destacou ainda a inauguração do call center, ocorrida na noite de quarta-feira, 6.

“Parabéns pelo call center, pois, de uma coisa tenho certeza, de que ele será o começo de vida profissional de muitos jovens deste Estado que estão em buscar de crescer na vida”.

Lula falou ainda sobre a crise econômica e política a qual o país enfrenta atualmente. “O Brasil não está vivendo o seu melhor momento. Não só por causa da crise internacional, mas, porque para Dilma chegar a dezembro de 2014 com o menor nível de desemprego da história do país, ela teve que fazer muitos investimentos. E chega uma hora em que é preciso parar, porque o dinheiro encurtou”, disse.

Segundo ele, o 2º mandato da presidente Dilma Rousseff (PT) iniciou há poucos meses, portanto, os julgamentos devem ser cautelosos. “Não podemos medir o governo de Dilma por cinco meses. Temos convicção de que ela vai fazer tudo o que prometeu na campanha. Ela sabe que tem compromisso com o povo trabalhador desse país, sabe que tem que olhar para aqueles que precisam mais. Não há razão para a gente desanimar”, falou.

Com relação aos comentários de que o governo de Dilma estaria caminhando para o fim, o petista foi categórico ao afirmar que as ações da chefa de Estado são no sentido de fortalecer o país e seu governo.

“Tem gente dizendo que o governo da Dilma já acabou. Esse comentário me faz lembrar abril de 2003 quando muitos diziam a mesma coisa sobre meu governo. Diziam que meu governo já havia acabado. A companheira Dilma sabe perfeitamente bem que ela tem um compromisso com o povo trabalhador deste país”, disse.

Quanto à crise vivida dentro do Partido dos Trabalhadores, Lula lembrou que todo partido está sujeito a erros. Segundo ele, o que o PT deve fazer é assumir os erros e punir os culpados.

“Nós, do PT, viemos para mudar a história deste país. E o PT, como é composto por seres humanos, também comete erros. E quem cometeu erro tem que pagar pelo o que cometeu. O que a gente não pode é fazer com que o povo brasileiro, que transformou esse partido no mais importante da América Latina, não há nenhum no mundo similar, que este partido seja jogado”, afirmou Lula.

Presidente da Bolívia e governador do Piauí visitam instalações do Complexo de Piscicultura

Presidente Evo Morales tem planos de implantar projeto semelhante ao Complexo de Piscicultura na Bolívia
Presidente Evo Morales tem planos de implantar projeto semelhante ao Complexo de Piscicultura na Bolívia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, e o governador do Piauí, Wellington Dias, também participaram do 3º Encontro de Piscicultores. Eles vieram ao Acre para conhecer as instalações do complexo e trocar experiências para desenvolver projetos similares.

O presidente boliviano veio acompanhado pelas ministras bolivianas Nemesia Achacolo (Desenvolvimento Rural e Terras), Veronica Ramos (Desenvolvimento Produtivo e Economia Rural) e Patricia Bollivian (gerente-geral dos Serviços e Desenvolvimento de Pequenas Empresas). A comitiva é composta, ainda, por técnicos ministeriais e funcionários diplomáticos da Bolívia.

Evo Morales, em seu discurso, afirmou que ficou surpreso com a dimensão do projeto desenvolvido no Estado. “Vim ao Acre porque queria conhecer essa indústria de pescado formada por cooperativistas e piscicultores. O presidente Lula e a presidente Dilma já tinham me falado muito sobre ele. A Bolívia e o Brasil já trabalham diversos projetos conjuntos, e assim vamos seguir adiante”, afirmou.

Por fim, o presidente boliviano ressaltou a importância dos países da América Latina se tornarem produtores.

“Estou muito feliz por estar mais uma vez com Lula, companheiro de luta e um grande líder da América Latina. Os países da América Latina devem ser produtores e não consumistas. Isso nos tornará grandes, desenvolvidos. É exatamente isso que estamos buscando”.

O governador do Piauí, Wellington Dias, parabenizou o governador Tião Viana pelo Complexo de Piscicultura e afirmou que pretende desenvolver o mesmo projeto em seu Estado.

“O Piauí tem um potencial para diferentes cadeias produtivas em áreas como aquicultura e pesca, avicultura, ovino, caprino, enfim. A ideia é conhecer essa experiência, que é uma forma aperfeiçoada da modelagem da Cocajupi e Casa APIs, e montar empreendimentos dessa natureza”, avaliou.

Acompanharam o governador os superintendentes da Caixa Econômica no Piauí, Emanuel do Bonfim; Banco do Nordeste no Piauí, Luiz Alberto da Silva Júnior, Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales dos Rios São Francisco e Parnaíba), Inaldo Guerra, a vice-governadora Margarete Coelho e o secretário do Desenvolvimento Rural, Francisco Lima.

(Fotos: Odair Leal/ AGAZETA)

Assuntos desta notícia