Pular para o conteúdo

Acreano é medalha de ouro no Campeonato Mundial de Jiu-jítsu Esportivo

 Alissandro França, 42 anos, faixa preta, superou sua marca de 2011, quando tinha ficado em terceiro lugar, e fez história. Ele conquistou o primeiro lugar no Campeonato Mundial de Jiu-jítsu, categoria meio-pesado até 88,3kg. A competição aconteceu em São Paulo, no último final de semana.

Atualmente o acreano treina na academia Riva Figth, ele luta jiu-jítsu há 16 anos. Além dos dois campeonatos mundiais, França coleciona inúmeros títulos estaduais. “Eu não sei nem falar, tem vários”, disse.



Segundo França, aproximadamente 4 mil pessoas participaram do campeonato, divididos em várias categorias. Eram 10 atletas na chave e, após o sorteio, o lutador acreano fez quatro lutas e venceu todas, terminando com medalha de ouro. Para competir, o lutador faixa preta passou por quatro meses de treinamento intensivo.

“O jiu-jítsu é um divisor de águas na minha vida”, contou o lutador, que começou a praticar o esporte com idade avançada, aos 27 anos. França fumava e consumia bebidas alcoólicas, mas sempre quis começar a treinar. “Eu não conseguia, devido ao cigarro, não tinha resistência nenhuma, foi quando eu conheci o jiu-jítsu, e comecei o treinamento com o professor Rivelino”, relatou.

França divide seu tempo entre o trabalho, a academia, e a família. Natural de Rio Branco, o lutador fala do significado do título mundial: “É uma gratificação muito grande. Nós lutamos e treinamos para isso, representar bem o Estado”, afirmou.

Apesar do título, o lutador fala das dificuldades de conseguir patrocínio, mas garante que o objetivo é competir em 2016 novamente. “Gastei R$ 1700, ida e volta, alimentação, hospedagem e inscrição. Tive um patrocinador, que foi a Label agência de viagem, me deram uma força”, finalizou França.

FOTO - ARQUIVO PESSOAL (4)

error: Conteúdo protegido!!!