Pular para o conteúdo

Detran contrata 50 socioeducandos

Adolescentes cumprirão atividades relacionadas à educação de trânsito e atendimento. (Foto: Assessoria Detran)
Adolescentes cumprirão atividades relacionadas à educação de trânsito e atendimento. (Foto: Assessoria Detran)

O Instituto Socioeducativo (ISE) e o Detran firmaram uma nova parceria com vistas para a inclusão de jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas. Na manhã desta terça-feira, 30, foi realizada solenidade no gabinete civil, em que foi renovada a proposta de bolsas para os socioeducandos atuarem na autarquia.

Presente na assinatura, o governador Tião Viana afirmou: “A gente tem que romper o preconceito contra o jovem em conflito com a lei. A vida foi esfriando a afetividade entre as pessoas. Mas nós estamos aqui querendo dizer para esses jovens ‘nós acreditamos em vocês’. E qual é esse caminho? A educação, a oportunidade de trabalho. Não tem outro caminho para vencer”.



No projeto-piloto, realizado durante a gestão anterior, foram contratados 60 adolescentes. Nesta edição serão 50 contemplados. O valor da bolsa é R$ 402,55 por mês, para uma jornada de trabalho de quatro horas diárias, atuando em atividades relacionadas à educação de trânsito e atendimento ao público.

Os socioeducandos cumprirão atividades relacionadas à educação de trânsito e atendimento ao público. O ISE, previamente, realiza seleção dos candidatos. Alguns dos critérios são: não ter restrições para realização de atividades internas, comprovar frequência escolar, apresentar certificado de conclusão em ao menos um curso de qualificação profissional.

“É importante oferecer oportunidade e com isso, os jovens estão sendo inseridos no mercado de trabalho, preparando-os para reinserção na vida social. E é um exemplo que queremos incentivar também para empresas privadas”, diz o diretor do Detran/AC, Gemil Salim Jr.

O diretor do ISE, Rafael Almeida, ressaltou que os jovens selecionados passaram por uma avaliação de um corpo técnico, como não ter restrições para realização de atividades internas, comprovar a frequência escolar e apresentar certificado de conclusão de pelo menos um curso de qualificação profissional. (Com informações do texto de Samuel Bryan, da Agência Acre)

error: Conteúdo protegido!!!