Pular para o conteúdo

No dia Mundial de combate às hepatites, Aphac realiza ação no Belo Jardim

Para ressaltar o objetivo da prevenção das hepatites virais, a Associação dos Portadores de Hepatites do Estado do Acre, (Aphac) realiza nesta terça-feira, 28, uma ação na unidade de saúde Maria de Conceição do bairro Belo Jardim, em Rio Branco. Na ocasião será oferecido a testagem rápida, vacinação e orientações sobre como evitar a transmissão da doença.

Nesta data também é intitulado o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. Atualmente, estima-se que no Acre de 5 a 10% da população tenha o vírus sem desenvolver sintoma. “Isso corresponde a 40 ou 80 mil pessoas desenvolvendo a doença. Por isso, as ações da Aphac são constantes. Quem quiser fazer um teste rápido na própria sede da associação, pode nos fazer uma visita”, convidou a presidente da entidade, Elzinha Mendonça.



As ações são realizadas com o apoio do deputado estadual Heitor Júnior. A próxima grande ação a ser realizada está programada para ocorrer em setembro no município de Tarauacá, inclusive, com a utilização do aparelho Fibroscam, que substitui a biópsia para os diagnosticados com algum dos vírus da hepatite.

No Brasil, enquanto a hepatite B é mais frequente na faixa etária de 20 a 49 anos, a hepatite C acomete mais pessoas entre 30 e 59 anos. A maioria dessas pessoas desconhece sua condição sorológica.

No caso da hepatite C, por exemplo, há pessoas que fizeram transfusão de sangue antes de 1993 (quando não havia teste para diagnosticar a doença) ou que utilizaram seringas não esterilizadas que podem estar infectadas pelo vírus da hepatite C sem saberem. A hepatite é a inflamação do fígado, uma doença que nem sempre apresenta sintomas.

Muitas pessoas só percebem que estão doentes (principalmente dos tipos B e C) quando as manifestações já são graves, como cirrose ou câncer de fígado. Esses pacientes levam anos para descobrir que estão infectados.

A Aphac está localizada na Rua Farroupilha, n° 268, Bosque. Telefone para contato 3301-7989.

Prevenção
> Usar preservativo em todas as relações sexuais;
> Exigir materiais esterilizados ou descartáveis em estúdios de tatuagem e de piercings;
> Não compartilhar instrumentos de manicure e pedicure;
> Não usar lâminas de barbear ou de depilar de outras pessoas;
> Não compartilhar agulhas, seringas e equipamentos para drogas inaladas e pipadas, como o crack.

error: Conteúdo protegido!!!