Pular para o conteúdo

Italiano que viaja o Brasil de bicicleta deixa o Acre hoje

Giorgio Bravi se despede de Rio Branco e segue para a Bolívia neste sábado. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)
Giorgio Bravi se despede de Rio Branco e segue para a Bolívia neste sábado. (Foto: Odair Leal/ A GAZETA)

“Rio Branco é uma cidade muito bonita, não é tão grande, mas é muito colorida. O povo é muito receptivo, é do coração”, afirmou o italiano Giorgio Bravi, 58 anos, que há cinco meses viaja pelo Brasil em uma bicicleta cargueira, e se despede da capital acreana neste sábado.

Após passar uma semana na Capital, o italiano segue para a Bolívia, de lá pretende viajar até Mato Grosso. Ele já passou em 12 estados brasileiros como Bahia, Piauí, Maranhã, Pará, Tocantins, Rondônia e outros.



Bravi percorre o Brasil em uma bicicleta cargueira. Ele conta que durante cinco meses de viagem gastou aproximadamente R$ 400 com alimentação e manutenção da bicicleta. “Eu levo tudo na bicicleta, é a minha casa. Roupas, rede, minha barraca. Geralmente durmo em postos de gasolina. É tranquilo e seguro”, contou.

Com uma aparência peculiar e cheio de personalidade, o italiano fala que pretende viajar o mundo de bicicleta, conhecer novas culturas e povos. “A Europa tem muita história, está ‘velha’. Aqui, no Brasil, tem muita natureza, podemos tocar em tudo. Quero conhecer todo o Brasil”, finalizou Bravi, apreciando e se despedindo de Rio Branco, em uma tarde de sol na Praça da Revolução, no Centro de Rio Branco.

error: Conteúdo protegido!!!