Pular para o conteúdo

Dia Nacional do Sorvete é comemorado com festival e “mais de 40 sabores”

 Com o forte calor que atinge o Acre, nada melhor que tomar um sorvete para “baixar a temperatura”. Hoje, dia 23 de setembro é comemorado o dia Nacional do Sorvete e, em alusão à data a Sorveteria Pinguim está promovendo pelo sexto ano consecutivo, mais um Festival de Sorvete. São mais de 40 sabores para se deliciar. Das 14h às 23h, na compra de um sorvete você ganha outro igual, a promoção e válida pra todos os tipos: casquinha, cascão, taça, colegial, banana Split, entre outros (exceto açaí e milk shake).

Segundo o gerente da sorveteria, Jair Almeida, apesar do estabelecimento ter clientela fixa, o festival é uma forma de atrair novos clientes. A expectativa é que aproximadamente quatro mil pessoas passem pelo local, nesta quarta-feira, 23. “Essa é uma forma de prestigiar também nossos clientes, estamos há 32 anos no mercado, não são há 32 dias”, afirmou.



Leite condensado, maracujá, biscoito, prestígio, flocos, cocô, chocolate, morango, limão, morango verão, ameixa, os sabores são variados e irresistíveis. Tem sorvete para todos os públicos, inclusive sorvetes diet. O gerente conta que cerca de 90% dos clientes optam pela banana Split e o Sundae.

Os valores variam entre R$ 4 e R$ 18 e, o gerente garante que não há alteração nos preços dos sorvetes. “Não tem nenhum tipo de manobra. Compra um e leva outro!”, assegurou Almeida. Ele comenta ainda que, os sabores mais pedidos são: morango, chocolate e limão siciliano.

História do sorvete

Você sabia que essa delícia existe há mais de 3 mil anos? A his´toria do sorvete começou com os chineses, ele misturavam neve com frutas, fazendo uma espécie de sorvete. Logo depois, a mesma técnica foi passada aos árabes, que começaram a fazer caldas geladas, chamadas de sharbet, e mais tarde se transformaram nos famosos sorvetes franceses sem leite.

Contudo, a grande revolução no mundo dos sorvetes aconteceu com Marco Polo, que levou para a Itália, em 1292, o segredo do preparo dos sorvetes usando técnicas especiais. Os sorvetes se espalharam por toda a Europa e logo chegaram aos Estados Unidos, onde aconteceu a primeira produção em escala industrial, há 40 anos.

No Brasil, o sorvete ficou conhecido em 1834, quando dois comerciantes cariocas compraram 217 toneladas de gelo, vindas em um navio norte-americano, e começaram a fabricar sorvetes com frutas brasileiras. Na época, não tinha como conversar o sorvete gelado e, por isso, tinha que ser tomado logo após o seu preparo, um anuncio avisava a hora exta da fabricação.

Sorvete da Pinguim - OL (2)

 

error: Conteúdo protegido!!!