Pular para o conteúdo

Equipes de vacinação antirrábica estarão atendendo no Tropical neste sábado

 A campanha de vacinação contra raiva vai até o dia 31 de outubro. Neste sábado, 12 de setembro, as equipes de vacinação estarão atendendo no Bairro Tropical, na praça próxima ao Point do Pato, das 8h às 13h. Além disso, as equipes estão visitando as residências no intuito de vacinar os animais.

O Departamento de Controle de Vigilância em Zoonoses (DCZ) estima vacinar mais de 46 mil animais. Até agora, cerca de 20 mil animais entre cães e gatos já foram vacinados.



A raiva é uma doença infecciosa que afeta mamíferos. Portanto, além de atingir animais, pode afetar os seres humanos. Segundo o diretor do DCZ, Everton Arruda, a doença não tem cura. “Raiva é uma zoonose grave que não tem tratamento, nem cura, nunca ninguém se curou de raiva”, afirmou.

Arruda destaca a importância da vacinação nos animais e faz um apelo para a população da Capital. Segundo ele, uma das maiores dificuldades encontradas pelas equipes são as casas fechadas.  “Quando o agente visitar a casa, procurar receber com cortesia, pois ele está tentando proteger a família. Ele é um agente de vigilância em saúde. Além de proteger os animais nós também estamos protegendo a nossa saúde”, ressaltou o diretor do Centro.

Por fim, Arruda faz um chamamento para as pessoas que possuem cães e gatos de estimação: “Quero convidar a população de Rio Branco para levar os animais para vacinar contra a raiva. Essa é uma zoonose muito grave”, concluiu.

Redução nos casos de raiva humana

Nos últimos vinte anos houve uma redução significativa no número de casos humanos registrados por ano. O número caiu de 173, em 1980, para 17 casos em 2003, tendo o cão como principal transmissor. Atualmente esses casos de raiva humana estão concentrados, sobretudo na região Norte e Nordeste. Todas as unidades da federação na rede de serviços de saúde disponibilizam desde 2003, vacina para a profilaxia da raiva humana.

 

error: Conteúdo protegido!!!