Pular para o conteúdo

Governo esclarece sobre venda de imóvel que funcionava a Fundação Chico Mendes

 A foto com placa de vende-se na casa onde funcionava o Centro de Memória Chico Mendes, em Xapuri, repercutiu bastante nas redes sociais nos últimos dias. Mas, o motivo para a venda do imóvel é bem prática, a casa em questão é de propriedade privada e, por decisão judicial, foi destinado a outro proprietário que decidiu se coloca-la à venda.

O imóvel onde o líder seringueiro viveu é tombada como patrimônio histórico nacional e estadual, com isso, não pode ser comercializada. Por meio de nota, o Governo do Estado através da Fundação de Cultura Elias Mansour, ressalta que o acervo pessoal do ambientalista, protegido por tombamento, está sob a guarda da família.



Atualmente, a casa que se transformou num museu está fechada para visitação aguardando a restauração que será feita pelo próprio Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (Iphan), para recuperar dos danos causados pela enchente do Rio Acre do início do ano. Na ocasião, o imóvel ficou totalmente submerso.

Por muito tempo, o Centro de Memória, guardou uma boa parte do acervo de Chico Mendes. Para muitos, a casa faz parte do centro histórico do município que remonta a história dos empates e da defesa da floresta.

error: Conteúdo protegido!!!