Pular para o conteúdo

Para comemorar o dia da Amazônia realiza exposição fotográfica do Parque Estadual do Chandless

 Os interessados em conhecer um pouco do Parque Estadual Chandless, poderá conferir a exposição fotográfica sobre o local. A mostra foi lançada nesta sexta-feira, 4, na Biblioteca da Floresta, em alusão ao dia da Amazônia comemorado neste sábado, 5.

Numa realização da Secretaria de Meio Ambiente- SEMA, em parceria com a Biblioteca da Floresta/FEM, a exposição “Parque Estadual Chandless: Eu Escolho Conservar” ficará disponível para o público pelos próximos seis meses.



A intenção é divulgar a unidade à estudantes, pesquisadores e para os turistas que visitarem a Biblioteca. As fotos apresentam a biodiversidade, comunidade e da trajetória da equipe gestora do Parque que comemora 11 anos de unidade de conservação.

A Unidade de Conservação tem como objetivo assegurar a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas, o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico.

Durante o lançamento, foi realizada uma apresentação sobre os desafios e a realidade da questão ambiental no Acre. No Parque Estadual, atualmente, vivem 11 famílias que vivem da agricultura de subsistência, pesca e caça, além da criação de pequenos animais e fabricação de canoas para uso e comércio.

A casa do seringueiro e a vitrine indígena, um dos atrativos do Espaço Povos da Floresta, localizados no segundo piso da Biblioteca da Floresta, foram revitalizados. A ideia é oferecer um espaço que dialogue cada vez mais com os acreanos e resgate a cultura local.

Mais sobre o Chandless

Localizado entre Manoel Urbano, Sena Madureira e Santa Rosa do Purus, o Parque Chandless detém uma das áreas mais ricas em biodiversidade, um patrimônio genético com a presença de espécies endêmicas e ameaçadas de extinção.

O último registro chegou a 1.374 espécies animais, entre as quais estão mais de 400 de aves. São mais de 690 mil hectares de área protegida de maneira integral, o que equivale a 4% de todo o território acreano.

Chandless - OL (3)

Fotos: Odair Leal/ A GAZETA
Fotos: Odair Leal/ A GAZETA
error: Conteúdo protegido!!!