Pular para o conteúdo

Aleac realiza sessão solene em alusão ao Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência

Deputados e representantes de diversas entidades comemoraram o dia na Aleac. (FOTO: AGÊNCIA  ALEAC)
Deputados e representantes de diversas entidades comemoraram o dia na Aleac. (FOTO: AGÊNCIA ALEAC)

A pedido do deputado estadual Raimundinho da Saúde (PTN), a Assembleia Legislativa (Aleac) realizou na manhã de quinta-feira, 1º, uma sessão solene em homenagem ao Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, comemorado no último dia 21 de setembro.

Além dos deputados estaduais, participaram também da solenidade a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede/AC), Rosângela Maria Soares; o vice-presidente do Centro de Apoio a Pessoa com Deficiência (Capedac), José Aurismar; e o secretário de Divulgação da Associação Rio-branquense de Deficientes Físicos (Ardef), Edileudo Rocha.



O parlamentar, em seu discurso, pediu mais ações por parte do poder público no sentido de oferecer uma melhor qualidade de vida para os deficientes. Ele salientou que as dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência é permanente.

“Nós brigamos para que a frota de ônibus fosse adaptada em Rio Branco. Eles colocaram duas vans. Não demorou dois meses nós vimos que o sistema estaria sufocado. Até que eles implementaram ônibus com acesso para os cadeirantes”, disse o parlamentar.

Segundo o secretário de divulgação da Associação Rio-branquense de Deficientes Físicos/Ardef, Edileudo Rocha, a fiscalização em torno das leis já existentes e que contemplam as pessoas com deficiência é precária.

“Avançamos muito em leis. Mas poderia citar inúmeros casos em que as leis não funcionam. Nós sofremos com falta de espaço para estacionar os nossos veículos. A falta de fiscalização é uma vergonha. Temos vagas em supermercados, mas os deficientes não ocupam. O Ministério Público também é ausente, porque deveria estar olhando esses espaços”, disse ele.

O vice-presidente do Centro de Apoio à Pessoa com Deficiência (Capedac), José Aurismar, pontuou que entre as necessidades da pessoa com deficiência, a principal é a acessibilidade nos transportes.

“Infelizmente passamos por dificuldades e a nossa prioridade hoje é transporte, porque se temos transporte, temos educação e saúde. Queremos que os nossos direitos sejam colocados em prática”.

Por fim, o deputado pediu aos colegas de parlamento apoio na aprovação do projeto de lei de sua autoria que versa sobre a obrigatoriedade das autoescolas do Estado a terem, no mínimo, um veículo adaptado para atender as pessoas com deficiência. O projeto é de autoria do deputado Raimundinho da Saúde (PTN).

error: Conteúdo protegido!!!