Dias difíceis virão

O que estava previsto aconteceu: o PMDB, através do seu diretório nacional, anunciou ontem o chamado desembarque do Governo da presidente Dilma Rousseff para embarcar e acelerar o impeachment e fazer o seu presidente Michel Temer o presidente da República.

O que o Governo tem a fazer agora é reestruturar sua base no Congresso Nacional para tentar barrar o impeachment, ao mesmo tempo implementar ações imediatas e objetivas para a retomada da economia e contar assim com o apoio da sociedade, o que também é uma tarefa difícil.

Fato é que o país, que já passava por uma crise econômica e política aguda, viverá um período conturbado nos próximos meses, com a sociedade dividida, cujas consequências são imprevisíveis.

Por sua vez, o PMDB e os partidos de oposição podem até conseguir o impeachment da presidente, mas, a rigor, não podem oferecer garantia alguma de que restabelecerão a normalidade democrática nem tão pouco que terão o condão de contornar a grave crise econômica.

Pelo sim, pelo não, a sociedade que se prepare que dias difíceis virão.

Assuntos desta notícia