Edital do concurso para cargo de procurado da Câmara de Rio Branco apresenta equívoco e inscrições são suspensas

 Até que as alterações determinadas pela juíza de Direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Rio Branco, as inscrições para o cargo de procurador no concurso da Câmara de Rio Branco estão suspensas. As inscrições para os demais cargos continuam normalmente. O cargo de procurador é um dos mais procurados do concurso e possui um dos maiores salários.

A expectativa é que as inscrições sejam retomadas ainda está semana. Um dos motivos para a suspensão, é que a Lei Orgânica do Município exige avaliação de títulos e o edital não solicita o processo do candidato. Além disso, é necessário que o Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AC) participe de todas as etapas do certame, o que não vem sendo feito.

Por meio de nota, a Câmara de Rio Branco, explica após verificar que houve um equívoco no edital, já determinou a empresa AOCP, responsável pela realização do concurso, a proceder a devida reparação no modo de avaliação dos concorrentes, substituindo a expressão “provas” por “provas e títulos”.

Quanto ao representante da OAB nas fases do concurso, a Câmara informou que desde o dia 10 de março o advogado Hilário de Castro Melo Júnior já se encontra designado pela Seccional do Acre, não havendo neste caso nenhuma omissão a ser reparada.

As inscrições para o concurso seguem até o próximo dia 18. A procura é grande pelas inscrições tanto pelo site da organizadora do concurso, Instituto AOCP, quanto por funcionários da organizadora que ficam na Câmara para receber os interessados em se inscreverem.

As inscrições iniciaram no dia 22 de março. O concurso oferece 24 vagas de emprego em diversas áreas. Os salários podem chegar até R$ 11.488,57.

As vagas para o ensino médio são para agente legislativo (2), polícia legislativa (4), tradutor e intérprete de Libras (2). Para o ensino superior há vagas para analista legislativo (5) e uma para PcD, administração (1), contabilidade (1), direito (1), redação e revisão (1), técnico em informática manutenção (1), técnico de informática redes (1), taquigrafia (3), procurador (2).

As taxas de inscrições variam de R$ 38 a R$ 78 de acordo com o cargo pretendido. A previsão é que a prova seja aplicada na data provável de 8 de maio.

 

 

Assuntos desta notícia