Polícia Civil apresenta objetos apreendidos durante operação ‘Fim da Linha’

A Polícia Civil realizou na manhã desta sexta-feira, 1, a apresentação dos produtos apreendidos durante a operação ‘Fim da Linha’, deflagrada no último dia 31.

Ao todo, foram apreendidas oito armas de fogo, três motocicletas (uma delas avaliada em mais de R$ 50 mil), mais de R$ 20 mil em dinheiro, cordões de ouro, celulares e smartphones, TVs de LED, câmeras fotográficas, filmadoras, um veículo de luxo e documentos que comprovam uma movimentação financeira da organização de mais R$ 400 mil.

A apresentação do material apreendido foi coordenada pela Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Decco) e contou com a participação do Ministério Público Estadual (MP/AC), por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco).

“Debruçamo-nos sobre as investigações, e a integração das forças de segurança do Estado nesse processo foi de fundamental importância para o desempenho das ações policiais”, disse o coordenador-adjunto do Gaeco, Bernardo Fiterman.

A operação “Fim da Linha” envolveu diretamente cerca de 300 policiais, que cumpriram 204 mandados judiciais contra membros de uma organização criminosa que agia na prática de roubo, tráfico, assaltos e homicídios no Acre, com ramificações em mais dois estados – Bahia e Goiás. Ao todo, 160 pessoas foram presas.

“Trabalhamos nessas investigações durante quase seis meses, colhendo provas, levantamento de dados, monitoramento. Todo esse trabalho foi minuciosamente detalhado, para que pudéssemos chegar a essas pessoas e colocá-las à disposição da Justiça para que sejam julgadas e penalizadas. Todo o material apreendido passará por perícia, e, de posse dessas informações, mais pessoas podem ser presas no decorrer das investigações”, finalizou o delegado Getúlio Teixeira.

 

Assuntos desta notícia