Política Nacional 22/03/2017

“Não haverá justiça com procedimentos à margem da lei”

Ministro Gilmar Mendes (STF) sobre os vazamentos da Lava Jato, que atribui à PGR

Viagem de jato de Lula à Paraíba custa R$100 mil
Para não enfrentar dissabores em voos de carreira, os ex-presidentes Lula e Dilma usaram um jato para levá-los de São Paulo a Campina Grande (PB), no fim de semana, para a patética “reinauguração” de parte das obras de transposição do rio São Francisco. O jato um Legacy 600, prefixo PR-AVX, com capacidade para 16 pessoas, pertenceu a um amigo do peito da dupla: Eike Batista, hoje no xilindró.

A firma é rica
Empresa de fretamento, consultada pela coluna, garante: o jato que levou Lula à Paraíba não custou menos de US$ 31 mil (R$ 100 mil).

Boca de siri
Procurados, nem o PT e muito menos Instituto Lula assumiram o pagamento pelo jato que levou Lula e Dilma por R$100 mil.

Não é dinheiro dele
Se pagasse passagem para viajar de São Paulo ao belo Estado da Paraíba, Lula gastaria R$ 1,4 mil. Mas jatos de luxo têm seus encantos.

CB na rota
Em declínio, Eike Batista colocou seu avião à venda em 2013. Hoje o palácio voador está com a CB Air, do grupo Klein, das Casas Bahia.

TCU vê fraude generalizada no ‘Leite da Paraíba’
Não merecem outro destino senão a cadeia os responsáveis pelo programa “Leite da Paraíba”, do governo estadual, que distribuía 120 mil litros do produto por dia para bebês, gestantes e idosos. O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União, verificou: o programa era uma “fraude generalizada”. Os produtores nem sequer tinham vacas, metade do “leite” era água e com adição até de soda cáustica.

Até no volume
Entre as fraudes do programa do governo da Paraíba, a embalagem do leite que, além de “batizado”, tinha volume inferior ao contratado.

Almateia
A Operação Almateia, da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, investigaram as fraudes constatadas pelo TCU.

Ladrões, simples assim
Os responsáveis pelo programa simulavam o recebimento de leite que não existiam, fornecido por produtores igualmente fantasmas.

Agora vai?
O presidente do Senado, Eunício Oliveira, colocou na pauta a proposta que extingue o foro privilegiado do qual se beneficiam 40 mil pessoas (parlamentares, magistrados, procuradores etc). Será votada após as cinco sessões regimentais. Mas poucos duvidam que seja aprovada.

Coisa de amadores
A Operação Carne Franca tem um consenso: apesar dos méritos, até agentes e delegados da Polícia Federal criticam sua estratégia de comunicação. Primária, desastrosa. Para a instituição e para o País.

Contra outra, Pnud
Não se duvida da seriedade da turma do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) no Pnud, das Nações Unidas. Mas ninguém acredita que a qualidade de vida na Venezuela seja melhor que a do Brasil.

Desabafo de ministro
Luís Barroso, do STF, acha que a corrupção se disseminou no Brasil “em níveis espantosos”. E isso não tem a ver com pequenas fraquezas humanas: “foi um fenômeno sistêmico, estrutural, generalizado. Tornou-se o modo natural de se fazer negócios e política no Brasil.”

Confusão em domicílio
Um furgão Fiat placa JHX-7343 espalha sobressaltos em Brasília, com a vistosa inscrição “Lava Jato em domicílio”, e o celular de contato. Mas o Japonês da Federal não está ao volante: é lavagem de carro mesmo.

Mau não é mal
Na nota conjunta que divulgaram ontem, Ministério da Agricultura e Policia Federal maltrataram o vernáculo, ao descartarem o “mal funcionamento” (sic) do sistema de controle sanitário.

Disparate no DF
No mês em que deixou o Lago Norte sem água por 61 horas, em Brasília, em vez das 24h previstas no racionamento, a estatal Caesb deu desconto de R$ 4 pelo transtorno. Mas cobrou 40% a mais.

Apoio
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que seu partido apoia a CPI da Previdência, mas ele próprio não está entre cinquenta parlamentares que apoiaram a instalação da comissão nesta terça.

Sem perigo…
…de dar certo: a Petrobras deu prejuízo no terceiro ano seguido, agora de R$14,8 bilhões em 2016, mas é petroleira que mais salários paga.

PODER SEM PUDOR
O Fusca é o mesmo
Remexendo uns papéis, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) encontrou o recorte de uma coluna de Danuza Leão, de 1993, noticiando uma visita de Lula a Brasília, tendo sido recebido no aeroporto por ele, ex-reitor da UnB, em seu Fusquinha. O senador, que ainda conserva o carro, acha que o ex-operário mudou muito:
– Lula já não aceita carona em fusquinhas…

Com André Brito, Jorge Macedo e Tiago Vasconcelos
www.diariodopoder.com.br

Assuntos desta notícia