Chegando também no Acre

Em boa hora, o governador Tião Viana reuniu ontem com dirigentes das entidades do setor agropecuário do Estado para avaliar as consequências da Operação “Carne Fraca” e as providências que deverão ser tomadas para evitar o pior.

Quem achava que o problema tivesse afetado somente os estados do Sul e Sudeste errou. Como se divulgou ontem, a Operação está atingindo o agronegócio em todo o país e por inclusão também no Acre.

Só a título de ilustração, a agropecuária acreana movimenta cerca de R$ 1,5 bilhão por ano e é responsável por 25% dos empregos gerados no Estado. E as consequências imediatas da dita Operação já chegaram também por aqui, levando um dos frigoríficos, o JBS, a suspender o abate de 3,5 mil reses até a próxima semana.

Como se vê, portanto, nenhum estado estará isento de sofrer as consequências dessa Operação, deflagrada à revelia pela Polícia Federal e conduzida por um delegado incompetente para tratar de uma questão que pôs o Brasil de joelhos diante dos países importadores. Se já não bastasse o vexame do golpe parlamentar.
O que se pergunta é até quando vai continuar esse desmonte da economia do país, que a cada mês provoca o desemprego de milhares, milhões de brasileiros…

Assuntos desta notícia