Dnit realiza a 1ª caravana de Fiscalização da BR-364 na próxima sexta-feira

 O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) realiza na próxima sexta-feira, 10, a 1ª Caravana de Fiscalização da BR-364. O evento tem como objetivo incentivar a criação de uma comissão permanente que irá analisar e acompanhar as condições da estrada, bem como o andamento e execução das obras.

Segundo o supervisor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte no Acre (Dnit), Tiago Rodrigues Gonçalves Caetano, o órgão pretende percorrer o trecho de Cruzeiro do Sul, com uma parada estratégica em Feijó, até Rio Branco. Ao final da agenda será formada a Comissão Permanente.

“Os integrantes dessa comissão terão acesso a todos os documentos processuais (projetos, mediações, orçamento, cronogramas, etc) e irá realizar vistorias periódicas para acompanhar o andamento das obras (prazos, qualidade dos serviços executados, etc) na BR-364, contribuindo para a transparência, legalidade, eficiência e boa aplicação dos recursos públicos”, disse Tiago Caetano.

A proposta, segundo o gestor do Dnit, é reunir membros da sociedade civil organizada, representantes de órgãos de controle e fiscalização e da política para compor de forma permanente a comissão.

“Convidamos a participar dessa caravana autoridades do TCU, TCE, Ministério Público, Polícia Federal, Sindicato dos Engenheiros, deputados estaduais, federais e senadores, enfim, a sociedade civil organizada e representantes de muitos órgãos de controle e fiscalização do Estado do Acre”.

Com relação ao incidente ocorrido junto à ponte sobre o Igarapé Cigano (a cerca de 20 km de Cruzeiro do Sul), na BR-364, Tiago Caetano negou que os reparos foram realizados exclusivamente por empresários daquele município.

De acordo com ele, “os empresários forneceram os solos secos que tinham em estoque, bem como auxiliaram no transporte e disponibilizaram equipamentos, a pedido do Dnit, para que os serviços fossem acelerados, já que a rodovia estava interditada. O que ocorreu foi uma parceria da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul e o DNIT”, disse ao lembrar que no dia do incidente, o Dnit imediatamente encaminhou três engenheiros ao local para realizar uma avaliação completa.

Ele informou ainda que “manterá equipe de plantão no local, dado a instabilidade do terreno ao redor da ponte ainda apresentar riscos e que já está providenciando as tramitações necessárias para resolver este problema de forma definitiva”, finalizou.

 

Assuntos desta notícia