Coluna Golaço – 19/11/2017

Acreanão 2018
O Campeonato Acreano de 2018 terá algumas novidades. A primeira delas é com relação às datas: a competição inicia em 21 de janeiro e não mais no fim de fevereiro; consequentemente, a decisão não acontecerá em maio, como o habitual, mas sim no mês de abril. A mudança de datas é por causa da Copa do Mundo da Rússia. A segunda e mais importante inovação é no tocante a fórmula de disputa do campeonato, que larga a mão dos pontos corridos e passa a ser disputado em grupos. No primeiro turno, os clubes do grupo A enfrentam os do grupo B, enquanto no segundo turno a briga acontece entre os times do mesmo grupo. Enfim, a Federação Acreana de Futebol entendeu que os pontos corridos não são interessantes para a realidade das nossas pelejas.

Colorado de volta
O lugar do Internacional de Porto Alegre é na Série A. E a volta para casa aconteceu na terça-feira, 14, após o empate sem gols com o Oeste/SP pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Agora, além de cumprir as duas rodadas restantes da competição, os Colorados devem mirar o planejamento para a temporada 2018. Outro que regressa à elite do futebol brasileiro é o América/MG. O Ceará está prestes a se juntar aos gaúchos e mineiros. A quarta está entre Paraná, Londrina e Oeste.

Brasileirão
Emoção e cálculos não vão faltar na abertura da 36ª rodada do Brasileirão, neste domingo, 18. Na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro, às 14h, o apático Flamengo faz o clássico com o Heptacampeão Corinthians querendo mostrar serviço, afinal, o clima na Gávea não está lá muito bom depois das terríveis apresentações da equipe. O Timão vai só cumprir tabela, pois já levou o título e está confirmadíssimo na Libertadores 2018. Outro clássico acontece no Pacaembu, no mesmo horário, entre São paulo e Botafogo. Ambos planejam reencontrar o caminho da vitória, que não vem há mais de duas rodadas. Temos clássico nordestino entre Sport e bahia, também às 14h, na Ilha do Retiro. O Leão pernambucano precisa vencer se quiser sair da zona de rebaixamento. O Bahia, por sua vez, sonha com vaga no G-7. Se o tricolor baiano sonha alto, o arquirrival Vitória recebe o Cruzeiro, no Barradão, em Salvador, às 14h, tentando se manter fora do Z-4. Talvez o desinteresse da Raposa mineira pode ajudá-lo. O Atlético-Goianiense, contra tudo e contra todos, ainda respira na Série A e pretende seguir vivo na elite com uma vitória sobre a Chapecoense, no Estádio Olímpico de Goiânia, às 14h*. Uma derrota decreta o rebaixamento do time goiano.
Nos confrontos das 16h, temos o clássico Santos e Grêmio, na Vila Belmiro. Um clássico que só terá relevância para o lado do alvinegro paulista, porque ainda não garantiu a vaga direta na Libertadores do próximo ano. No Independência, em Belo Horizonte, o Atlético/MG deseja o G-7, enquanto o coritiba quer manter distância da zona da degola. Na Arena da Baixada, o Atlético/PR encara o Vasco com o pensamento nas férias, visto que está prestes a se livrar do Z-4 e cada vez mais longe do G-7. O Vasco, por outro lado, busca entrar no grupo dos classificados para a Libertadores 2018, algo que vem tentando há tempos, mas o empate não deixa.
Dois jogos encerram a rodada na segunda-feira, 19. No Maracanã, às 14h*, duelo de seis pontos entre Fluminense e Ponte Preta. O Flu vislumbra na Macaca uma maneira de esquecer os seis gols sofridos nas últimas duas rodadas e ainda se afastar da zona maldita. A batata de Abel está tostando. A Ponte deseja aproveitar os problemas defensivos do rival para sair do grupo dos quatro últimos. Na Ressacada, em Florianópolis, às 17h*, o Avaí busca a sobrevivência na Série A diante do Palmeiras. Uma derrota pode selar a queda do time catarinense. O Verdão é um dos poucos que cumpre tabela, pois já conseguiu o seu objetivo: classificar-se para a Libertadores.
Confira a classificação atualizada

Assuntos desta notícia