Marcus Alexandre entrega 60 novas permissões para o serviço de mototáxi em Rio Branco

O prefeito Marcus Alexandre entregou nesta quarta-feira, 60 novas permissões para exploração do serviço de moto-táxi em Rio Branco. O evento ocorreu na sede da Rbtrans, na Rodoviária da Capital. “Confio nessa categoria e defendo os profissionais. Vocês são agora donos de suas permissões e atuarão dentro da Lei. A nós cabe a fiscalização e o objetivo é garantir um bom serviço de transporte para a população”, destacou o prefeito.

Agora, com as novas permissões Rio Branco passa a contar com 620 mototaxistas. A ampliação do número de permissões atende o disposto da Lei nº 1.538 que estabelece um permissionário para cada 600 habitantes. De acordo com o último Censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população estimada de Rio Branco é de 377.057 habitantes.

O superintendente da Rbtrans, Gabriel Forneck, explica que a entrega das permissões é a conclusão do processo de licitação realizado em três fases. A primeira iniciou-se em agosto deste ano com o lançamento do edital de licitação das permissões, quando mais de 1.000 pessoas se manifestaram para concorrer. No dia 21 de agosto foi feita a verificação pública de documentos e pontuação da Carteira de Habilitação. 307 candidatos participaram da licitação. Após a análise técnica nas fases preliminares, 12 foram desclassificados, 269 permaneceram aptos a participar do sorteio, que foi a etapa final do processo de seleção.

Na prática, as 60 concessões abrem 120 vagas de trabalho, já que o alvará permite a figura do mototaxista substituto, o viração. “Órgãos de fiscalização, como o Ministério Público, acompanharam todas as etapas e agora os novos permissionários estão aptos a trabalhar, bem como os virações. A maioria dos que ganharam já atuava como viração, portanto estamos falando da geração de cerca de 400 empregos”, ressaltou Forneck.

Dos 60 novos mototaxistas, quatro são mulheres e todos eles passaram por vistoria veicular, apresentaram a documentação exigida e, por determinação legal, passaram por curso de formação no Sest/Senat, o Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte.

Uma das quatro mulheres é Cosma Menezes, que tem 3 filhos e quer trabalhar como mototaxista, para melhorar a vida da família. “Nós, mulheres, sempre buscamos o melhor para nossa casa e é isso que vou fazer. Já vou trabalhar a partir de agora para pôr mais dinheiro em casa e dar mais conforto para meus filhos”, disse.

O presidente do Sindicato dos Mototaxistas, Luís Araújo, agradeceu ao prefeito Marcus Alexandre em nome da categoria e citou que, “contando com os virações, são mais de 1.200 empregos gerados em Rio Branco com o serviço de moto-táxi, o que beneficia diretamente a população da capital. E nós buscamos nos organizar cada vez mais, com aplicativos e mototaxímetros, como forma de atender cada vez melhor os passageiros   da nossa cidade. O prefeito está de parabéns porque fez o que havia nos garantido”.

Assuntos desta notícia