Caminhões com mais de R$ 300 mil em dinheiro são apreendidos pela polícia em Senador Guiomard

Os três caminhões da empresa Acreaves, que foram apreendidos na noite de terça-feira, 21 com R$ 314 mil em espécie dividido entre eles, passou por perícia para apurar a denúncia de que os veículos estariam transportando drogas. A informação foi confirmada pela Polícia Civil durante uma entrevista coletiva na quarta-feira, 22, na Delegacia de Investigações Criminais (DIC).
O G1 tentou falar com a advogada que representa a empresa pelo celular e pelo telefone fixo disponibilizado na internet, mas não conseguiu contato até a publicação da reportagem. O valor total da contagem do dinheiro foi repassado pela Polícia Militar. A Civil acrescentou que ainda vai fazer uma contagem para confirmar os valores.
O delegado Alcino Júnior disse que o dinheiro em espécie estava na cabine dos caminhões. A carga perecível estava lacrada e foi aberta apenas para a realização da perícia. “Os caminhões estão passando por vistoria na perícia para que a gente possa avaliar se há realmente essa substância [droga]. Por hora, a Polícia Civil vai aprofundar as investigações. Por conter substância perecível, precisamos fazer o transbordo dessa carga”, explica.
Os motoristas dos três caminhões foram ouvidos pela polícia, mas o delegado não quis passar detalhes do que eles teriam relatado. Além disso, o proprietário da empresa disse à polícia que o dinheiro seria usado para eventual pagamento de fornecedores.
“É uma quantia que a empresa responsável já juntou alguns documentos que comprovam, a princípio, a origem. Vamos ouvir outras pessoas. A princípio, o dinheiro é lícito e cabe agora fazer algum tipo de verificação e aprofundar”, destaca Júnior.
O delegado disse ainda que a forma como a empresa faz o transporte de valores é de governabilidade somente da administração. No entanto, cabe à polícia verificar se a origem do dinheiro é lícita.
“Não cabe a nós fazermos juízo de valores mais. Eles [motoristas] estão sendo ouvidos, os proprietário da empresa também estão passando por oitivas. Vamos fazer uma avaliação final e divulgar informações mais apuradas. Se foi transportado na madrugada dentro de caminhões, isso é uma coisa que só a administração pode definir ou dizer”, afirma.

Entenda o caso
Três caminhões da empresa Acre Aves foram apreendidos pela Polícia Militar (PM) na noite de terça-feira, 21, no município de Senador Guiomard, interior do Acre, após uma denúncia anônima.
Dentro dos veículos havia o valor de R$ 314 mil em dinheiro, que estava distribuído nos veículos. Em um havia R$ 174 mil, no segundo R$ 80 mil e no outro R$ 60 mil, de acordo com o Boletim de Ocorrência.
Os caminhões foram abordados em locais diferentes, um estava em frente ao quartel da cidade, outro em frente a uma agência bancária e o terceiro no trevo do município. (Quésia Melo / G1 Acre)

Assuntos desta notícia