Pular para o conteúdo

Acreanos se despedem de Naylor George, o pai do jornalismo cultural

Profissionais da imprensa e fazedores de cultura se despediram ontem, 18, do jornalista cultural, Naylor George. O enterro do jornalista aconteceu no Cemitério Morada da Paz, às 17 horas.

A morte de Naylor repercutiu na imprensa acreana. Conhecido por sua veia poética, Naylor George militou na imprensa acreana a maior parte de sua vida. Ele publicou mais de 10 mil textos durante sua carreira.

George enfrentava uma diabete que foi agravada por uma pneumonia. O jornalista estava internado na Fundação Hospitalar do Acre. Dias antes de sua morte, a família relatou que estava faltando medicamentos no Hospital para atender o caso do jornalista.

Naylor George foi um dos fundadores da Fundação de Comunicação e Cultura Elias Mansuor. Ele era, também, membro da Academia Acreana de Letras (AAL).