Pular para o conteúdo

Cerca de 400 servidores públicos do Acre devem ter contas bloqueadas, diz diretor

Cerca de 400 servidores públicos do Acre devem ter as contas bloqueadas por não atualizarem os dados cadastrais. As informações são da direção de Gestão de Pessoas da Secretaria de Planejamento de Gestão (Seplag).

Os dados fazem parte de uma estimativa da secretaria. O recadastramento dos servidores foi anunciado no mês de junho, pelo Governo do Estado. A previsão era de que mais de 35,5 mil servidores deveriam ter feito a atualização.

Ao G1, o diretor de Gestão de Pessoas da Seplag, Guilherme Schimer, explicou que em agosto 142 servidores foram convocados a fazer a atualização, mas 20 deixaram de fazer. Em setembro, eram 8.797 mil e 147 não atualizaram os dados.

Já em outubro 8.261 mil fizeram o recadastramento, mas 181 não apresentaram a documentação. Os dados do mês de novembro ainda estão sendo contabilizados, segundo o diretor.

“Novembro vai fechar só em janeiro porque tem o prazo, notificações e alguns órgãos demoraram para enviar os dados. Depois que for bloqueado, ele vai perceber no banco e ir até a sua secretaria para fazer a atualização. Esse número é uma estimativa”, explicou.

Além de ter a conta bloqueada, Schimer relembrou que o funcionário ainda responde processo administrativo disciplinar.

“Tem gente de agosto que não compareceu, não foi atrás do salário. Precisamos entender o que aconteceu com essas pessoas”, concluiu.

Novo decreto

A atualização cadastral de todos os servidores públicos do estado deve ser feita agora anualmente e pela internet.

O governo do Acre publicou um novo decreto, que prevê que o servidor pode fazer a atualização em seu mês de aniversário, pela internet e sem precisar apresentar todas as documentações.

Servidores ativos, afastados, cedidos, comissionados, temporários, entre outros devem fazer a atualização. O trabalhador vai precisar preencher um formulário, disponível no site da secretaria, pegar o comprovante e apresenta no RH da empresa ou secretaria.