GAZETINHAS – 20-02-2020

*Mais uma baixa no governo Gladson Cameli.
*Dessa vez, a super poderosa secretária de Planejamento e Gestão Administrativa, Maria Alice, que, de tão prestigiada que era, estava na cota pessoal de escolhas do governador…
*E não das indicações do partido do qual ela faz parte, o MDB.
*Bom, isso era o que reclamava o próprio partido e o que gerou, inclusive, rachas internos no Azulão.
*Apesar da coincidência de a saída da secretária ocorrer no mesmo momento em que o MDB lançou um pré-candidato à prefeitura da Capital, a decisão de Maria Alice ocorreu, ao que consta, por razões pessoais.
*E profissionais também, claro, mas, no caso, motivadas pelo descontentamento dela com o que chamou de falta de rumo e desorganização da atual gestão.
*Aquela reclamação generalizada, aliás, da maioria dos secretários;
*Dos deputados, dos apoiadores, dos fornecedores, do setor produtivo…
*Enfim.
*A conferir se o governador ainda conseguirá dissuadir a secretária da ideia (e se ele quer isso), a exemplo do que já fez duas vezes com o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade.
*É um passo pra frente e dois pra trás.
*Ninguém acredita mais em nada.
*Por falar nele…
*Oi, sumido!
*Ririri.
*Gladson voltou aos holofotes, finalmente, com uma pauta positiva:
*O anúncio da antecipação do pagamento dos salários de fevereiro, que deve ser feito nesta sexta-feira.
*A ideia é aquecer a economia local, neste período de carnaval, a exemplo do que ocorreu em julho, para a Expoacre.
*É bom, muito bom.
*E do jeito que a coisa está, nem dá pra reclamar.
*Pra bom entendedor, entretanto, a fórmula é batida e, passado o ziriguidum, não sobra muito o que se comemorar não.
*Pão e circo…
*Estratégia política que funcionou bem, por uns tempos, há séculos atrás.
*Aproveitando o ensejo, governador comunicou que participará, nesta quinta, de agenda com o presidente Jair Bolsonaro e com governadores da Amazônia, em Manaus.
*Depois tem carnaval, é, hã, hum
*Vamos acompanhar.
*Viralizou, nos grupos de WhatsApp e nas redes sociais, as imagens de um assalto, no Calçadão da Gameleira.
*Um homem portando, aparentemente, uma arma de fogo aborda os condutores de veículos que passam pelo local e consegue levar uma moto.
*Em plena luz dia, ele espera sentado na calçada e faz a abordagem na maior cara de pau!
*O local é emblemático:
*Bem em frente à bandeira do Acre.
*Que fim deu o nosso Estado, hein?!
*Pensemos. Oremos.

Assuntos desta notícia