Governo nega exoneração de Maria Alice e deixa no ar sobre possível saída de Roberto Feres

Circula na imprensa local que a engenheira civil Maria Alice deve ser exonerada do cargo de Planejamento e Gestão do Estado. Também há especulações da saída do secretário adjunto de Planejamento e Gestão, Roberto Feres.

Segundo site local, os gestores, ambos filiados ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), estariam se preparando para sair do governo. Assim como o MDB, que está se preparando para sair da base governista.

Porém, a informação foi desmentida pela porta-voz do governo, Mirla Miranda. Em nota, ela afirma que “não há, por parte do governador desejo de saída de qualquer secretário”.

E destaca: “A gestão do Governo está em boas mãos com a secretária Maria Alice Araújo”.

Apesar de afirma que não há interesse na saída de qualquer secretário, a porta-voz não menciona Roberto Feres na nota. O que deixa no ar uma possível saída do engenheiro civil e perito da Polícia Federal.

“O governador ainda reforça que, tanto a segurança pública, quanto a saúde tem liberdade para trabalhar, tendo por ordem a desburocratização e despolitização das pastas, mas no que tange competência, garante que não vê cor partidária”.

Assuntos desta notícia