Com 9 casos de Covid-19, Acrelândia vai decretar toque de recolher das 19h às 5h

Seguindo recomendação do Ministério Público do Estado (MP/AC), o prefeito de Acrelândia, Ederaldo Caetano, vai decretar a partir de amanhã, dia 8 de abril, um toque de recolher para a população do município. O recolhimento será noturno. Vai valer das 19h até as 5h da manhã.

Unidade de saúde do município não tem respiradores para casos mais graves (Foto Divulgação)

Acrelândia tem 9 casos confirmados do novo coronavírus e outros 6 suspeitos, sob análise no laboratório Charles Mérieux. Diante deste cenário, o prefeito não tem outra saída a não ser a tomada de medidas mais radicais para conter o avanço da pandemia da doença.

Policiais militares é que ficarão encarregados pela fiscalização e orientações para a população. O recolhimento não será absoluto. A polícia vai abordar pessoas que estiverem nas ruas nos horários mencionados e indagar o motivo. Se for uma finalidade importante, como a compra de um remédio, por exemplo, será válido. Mas, caso seja um motivo menos relevante, que possa esperar até o dia seguinte, a pessoa será orientada a voltar para casa.

O toque de recolher se estenderá para o comércio também. Não há prazo determinado para o seu fim. A medida deve perdurar enquanto continuarem os registros de infecções de Covid-19 naquela cidade.

A decisão foi tomada pela prefeitura, após videoconferência com o promotor Júlio César de Medeiros Silva, titular da promotoria de Acrelândia. Há grande preocupação pelo município não estar preparado para um surto maior de coronavírus. Não há lá, por exemplo, respiradores em unidades de saúde para casos mais graves. O toque de recolher também vai facilitar o trabalho da Vigilância Sanitária, que não tem equipes para fazer fiscalização efetiva à noite.

Assuntos desta notícia