Estado mantém aulas suspensas para frear transmissão da Covid-19

As aulas da rede pública e privada do Estado continuam suspensas até 30 de abril. A decisão foi tomada na terça, 7, em uma videoconferência que reuniu representantes do Estado, Universidade Federal do Acre, Instituto Federal do Acre, instituições privadas de educação básica e superior, Prefeitura de Rio Branco e o médico infectologista Thor Dantas.

Durante a reunião, Dantas apresentou um panorama da situação da pandemia da Covid- 19 no estado. “Nós temos que ter cautela, nesse momento, para as tomadas de decisões porque as informações sobre a transmissão do vírus sempre aparecem com um delay de duas a três semanas, dependendo da intensidade”, ponderou o médico.

Para o secretário estadual de Educação, Mauro Sérgio Cruz, a volta às aulas no dia 30 dependerá do cenário em que o Acre se encontrará. “Esperamos que até lá o cenário seja mais positivo. Se, por outro lado, o cenário for outro, vamos reavaliar”, pontuou.

Atualmente, são cerca de 150 mil alunos da rede estadual que se encontram com as aulas suspensas. Desses, aproximadamente 130 mil já haviam começado o ano letivo. Os demais, estudantes de escolas rurais de difícil acesso, começariam as aulas na segunda quinzena de março.

Cruz ainda destaca que, nesse momento de quarentena, os alunos devem ficar em casa. A Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte (SEE) preparou uma série de atividades e está orientando os estudantes, juntamente com todos os professores da rede. Além disso, a SEE também está preparando uma série de videoaulas que em breve estará disponível aos alunos.

“Precisamos evitar a circulação. Tirem um momento do dia para estudar em casa, cuidando da saúde, para que daqui a alguns dias estejamos juntos de volta às nossas escolas”, aconselhou o secretário.

Assuntos desta notícia