Filho de deputado ainda não foi preso em operação; ele deve se entregar à polícia ainda hoje

O empresário Cristian Silva, filho do deputado estadual Manoel Moraes (PSB), é um dos investigados com mandado de prisão em aberto na Operação Mitocôndria, que apura desvios de até R$ 22 milhões na merenda escolar da rede pública. Ele não foi encontrado pela Polícia Civil e já é considerado foragido.

O delegado Alcino Junior, um dos responsáveis pelo caso, afirmou que tem informações de que Cristian estaria em Rondônia. O apartamento onde ele mora em Rio Branco foi alvo de um dos 20 mandados de busca e apreensão da polícia.

Seu pai, o deputado Manoel Moraes explicou que o filho estava participando de uma pescaria que tinha sido programada há bastante tempo. O parlamentar disse que está empreendendo esforços para contatar o filho e orientá-lo para que se apresente à polícia.

Manoel Moraes contou que filho está em uma pescaria em Rondônia, mas irá comparecer em sede policial o mais rápido possível para responder a acusações (Foto: Acervo Pessoal)

A um site de notícias local, o parlamentar teria dito que o Estado é que estaria sendo desonesto, devendo à empresa de seu filho. Cristian teria gastado “absurdos” para fazer a entrega de mercadorias em 103 escolas para milhares de estudantes, diariamente, durante o ano todo, no interior e na Central de Merendas da SEE, mas não teria recebido “nenhum centavo” pela prestação do serviço.

Os advogados de defesa do empresário também informaram que Cristian Silva irá se apresentar às autoridades policiais ainda na tarde desta quinta-feira, 9.

Assuntos desta notícia