Monitorado por tornozeleira eletrônica escapa de ser executado

Alan Alberto Airton da Silva Córdova, 28 anos, foi vítima de tentativa de homicídio na noite de quarta-feira, dia 1º. Ele foi baleado no braço. O crime ocorreu na Rua Ruanda, Quadra 6 do Residencial Cabreúva, na Baixada da Sobral.

A vítima cumpre medida de monitoramento por tornozeleira eletrônica.

A polícia detalhou que Alan estava voltando para casa quando passou ao seu lado um carro preto, modelo VW Fox. O veículo se aproximou e seus ocupantes baixaram o vidro. Sem dizer nada, sacaram uma arma de fogo e atiraram mais de 10 vezes na direção de Alan. A vítima percebeu o atentado e conseguiu correr, sendo atingida apenas uma vez, no braço.

O presidiário Alan Córdova foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Pronto Socorro de Rio Branco. Apesar de ter perdido muito sangue pela ferida da bala, ele estava consciente. Seu quadro de saúde estava estabilizado.

Policiais estiveram no local, colheram informações e foram em buscas dos atiradores, mas ninguém foi localizado.

O caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Assuntos desta notícia