Mais de 8,3 milhões de pessoas começam a receber a primeira parcela do auxílio emergencial

A Caixa, agente financeiro do maior programa de pagamentos e inclusão bancária do Brasil, iniciou na terça-feira, 19, o pagamento da primeira parcela do Auxílio Emergencial para mais 8,3 milhões de beneficiários em calendário que vai até o dia 29 de maio. No total, serão disponibilizados mais R$ 5,3 bilhões nas contas indicadas no momento da inscrição.

Neste primeiro dia, já foram pagos cerca de 700 mil benefícios da 1ª parcela. Também houve o pagamento da 2ª parcela do Bolsa Família para mais de 1,9 milhão de pessoas. No total, o banco está pagando 2,6 milhões de brasileiros hoje.

O banco registrou a ausência de aglomerações e grandes filas nas agências e as pessoas estão recebendo rapidamente o auxílio. Isso demonstra que a estratégia da Caixa de espaçar os pagamentos foi correta.

O novo lote será pago de forma escalonada, de acordo com a data de nascimento do trabalhador, conforme o calendário a seguir:

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a liberação gradual dos recursos é para evitar filas e aglomerações nas agências. “Deixamos a maior parte da operação para o sábado, que não tem pagamento do Bolsa Família”, diz o presidente. Por isso, não é possível antecipar o pagamento para uma data anterior a que está prevista no calendário de liberação pelo mês de aniversário.

“Nesta terça, por exemplo, só puderam receber aqueles que nasceram em janeiro. Caso os nascidos em janeiro não tenham conseguido ir, eles poderão, sim, receber em data posterior. O benefício ainda estará disponível. Só não será possível tentar adiantar o pagamento”, complementa Guimarães.

Os beneficiários podem consultar se o cadastro foi aprovado pelos canais oficiais da Caixa: site: auxilio.caixa.gov.br e aplicativo Caixa | Auxílio Emergencial.

 

Atendimento digital:

A prioridade da Caixa ainda é manter o atendimento digital. Dessa forma, o banco reforça a orientação de que os recursos do auxílio sejam movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem.

O beneficiário que recebe pela Poupança Social Digital pode emitir o cartão de débito virtual para compras pela internet em sites e aplicativos que aceitam débito. A emissão do cartão é gratuita e a compra é debitada diretamente da conta, sem precisar sair de casa.

Para gerar o cartão, basta acessar o App e selecionar a opção Cartão de Débito Virtual, logo na tela inicial. Com mais dois passos, o aplicativo envia a imagem do cartão com os dados para o usuário utilizar na internet.

Para usar o Cartão de Débito Virtual basta informar os dados disponibilizados pelo App nos sites e aplicativos que aceitam débito. As compras são seguras porque para cada transação é gerado um código de segurança, enquanto nos cartões normais o número é sempre o mesmo. Para as compras recorrentes, o número é salvo e não é preciso gerar um código a cada compra.

 

Segunda parcela:

Para o público que começou a receber a primeira parcela depois do dia 30 de abril, as datas de liberação da segunda parcela do benefício serão divulgadas posteriormente pelo Ministério da Cidadania.

Os beneficiários do Bolsa Família já começaram a receber a segunda parcela, com pagamentos de 18 a 29 de maio, seguindo o dígito final no Número de Inscrição Social (NIS).

Quem tem conta poupança digital aberta pela Caixa terá a segunda parcela depositada entre amanhã (20) e 26 de maio. (Assessoria Caixa Econômica Federal)

Assuntos desta notícia