Médico Thor Dantas afirma que terá alta hospitalar em breve após vencer a Covid-19

O médico infectologista Thor Dantas, internado em um hospital de São Paulo em tratamento contra a Covid-19, deve ter alta hospitalar ainda esta semana. O próprio profissional revelou que seu estado de saúde é bom e que a tempestade inflamatória e a pneumonia bacteriana recuaram. Thor declarou ainda que sua expectativa é de ser liberado para voltar ao Acre e ao trabalho.

Em mensagem postada em uma de suas redes sociais, o médico agradeceu as boas vibrações e disse que espera voltar ao Acre o quanto antes para trabalhar (Foto: Acervo Pessoal)

Em mensagem postada em uma de suas redes sociais, ele narrou a luta contra a doença, que chegou a comprometer 60% dos pulmões. “Após 14 dias de sintomas muito intensos e tentativas diversas de tratamento (incluindo plasma e corticosteroides), a doença continuou avançando, chegando a aproximadamente 60% dos pulmões acometidos. Passei a apresentar dificuldade respiratória e queda da oxigenação do sangue. Os exames mostravam também a presença da chamada “tempestade de citocinas”, que caracteriza as formas gravas de COVID, com grandes alterações das provas de inflamação e coagulação sanguíneas. Ao acometimento pulmonar pela COVID se associou ainda uma pneumonia bacteriana secundária, como complicação”.

Como tratamento, Thor Dantas passou por muita ventilação mecânica não invasiva, oxigenioterapia, antibióticos, anticoagulantes e medicações imunossupressoras (para tentar controlar) a resposta imunológica exacerbada.

“Felizmente estou evoluindo bem, no 23º dia de doença. A tempestade inflamatória e a pneumonia bacteriana cederam e os exames de coagulação estão em curva de melhora. Pelo andamento, devo ter alta hospitalar dentro dos próximos 2-3 dias”, revelou.

O médico agradeceu as boas vibrações e disse que espera voltar ao Acre o quanto antes. “Agradeço muito a todos que me ajudaram, torceram, rezaram, fizeram orações, mandaram boas energias e pensamento positivo… Muito obrigado mesmo!! Espero estar de volta ao Acre e ao trabalho”. (Da Redação A GAZETA)

Assuntos desta notícia