MPAC diz que acompanha investigações da morte de colaboradora do Araújo

O Ministério Púbico do Acre (MPAC) se manifestou nesta sexta-feira (7) a respeito do acidente que vitimou a colaboradora da rede de supermercados Araújo, Jhulliany Paiva, de 30 anos. De acordo com o MP, este aguarda a conclusão do inquérito instaurado pela Polícia Civil.

“O Ministério Público está acompanhando as investigações e aguarda a conclusão do inquérito pela Polícia Civil”, adiantou a assessoria.

O principal acusado de estar dirigindo a BMW, envolvida no acidente, é o fisioterapeuta Ícaro Teixeira. O veículo está em nome de José Teixeira Pinto, advogado aposentado e ex-juiz eleitoral.

De acordo com o apurado pela Polícia, o jovem participava de um racha em plena manhã de quinta-feira na Avenida Antônio da Rocha Viana.

Jhulliany Paiva estava se deslocando para o trabalho quando foi atropelada pela BMW, que alcançava na hora do acidente entre 180 a 190 km/horas, como mostrou o Notícias da Hora, ontem (6).

A jovem foi sepultada hoje, no Cemitério Morada da Paz, sob forte comoção e pedidos de justiça. (Noticias da hora)

Assuntos desta notícia