Sistema Fecomércio/AC, por meio do Mesa Brasil, entrega 1.695 cestas básicas a entidades filantrópicas

O Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, por meio do Mesa Brasil no Acre, encerrou nesta quinta-feira, 20, a entrega de 1.695 cestas básicas com mantimentos oriundos do Global Foodbanking Network (GFN), ao todo, 15 instituições filantrópicas da capital acreana foram contempladas com a iniciativa.

A GFN é uma organização internacional sem fins lucrativos que financia entidades responsáveis por ajudar os mais necessitados com a redução do desperdício de alimentos. Ao todo, 15 instituições filantrópicas da capital acreana foram contempladas.

Ao todo, 15 instituições filantrópicas da capital acreana foram contempladas com a iniciativa (Foto: Ascom Fecomércio/AC)

Na manhã desta quinta-feira, 20, o Mesa Brasil foi em três organizações: a primeira a receber os alimentos foi a Comunidade Divino Espírito Santo, localizada no bairro Nova Estação. De acordo com João Nascimento, coordenador da cáritas paroquial, 80 famílias foram beneficiadas com a ação. “Aqui, atendemos a cinco comunidades carentes no bairro e adjacências. Agradecemos de coração ao trabalho do Mesa Brasil. Para nós, é muito gratificante mudar a vida dessas pessoas”, disse.

Na localidade, a senhora Maria Ferreira de Oliveira recebeu uma cesta básica. “Eu não sabia o que ia comer hoje, tinha apenas o resto de antes. Agora, conseguirei almoçar com tranquilidade e dignidade”, afirmou.

 

Comunidade São Marcos e Associação Mãos Dadas

O Mesa Brasil esteve também na Comunidade São Marcos, no bairro Cidade do Povo. O responsável pelo local, padre Mássimo Lombardi, reiterou que o Mesa Brasil do Sesc, além de dar o alimento, restabelece a dignidade das pessoas que foram mais atingidas pela pandemia. “Estamos atendendo diariamente ao menos 15 famílias, de modo que distribuímos, também pelo Mesa Brasil, verduras para que elas possam se alimentar. Com o cadastro que idealizamos aqui, vamos atender hoje a 80 famílias, que receberão uma cesta básica. Só podemos agradecer”.

Andrei de Sousa Araújo está desempregado há muito tempo, e disse estar sendo difícil sobreviver nesta pandemia. “Trabalho de bicos, tem sido muito difícil conseguir um emprego, principalmente agora. Estou emocionado porque sei que terei o que comer hoje”, completou.

As entregas da manhã se encerraram na Associação Mãos Dadas, no Ramal do Brindeiro, bairro Santa Maria. A localidade recebeu 45 cestas básicas, que serão destinadas às famílias em situação de vulnerabilidade social da região. De acordo com Rosa Cavalcante, vice-presidente da associação, ajudar a essas famílias é um trabalho que tem movimentado a todos. “É importante garantir, além da saúde espiritual, a saúde material dessas pessoas. Muitas famílias são extremamente carentes e, habitualmente, já fazemos um trabalho grande com a localidade. Por meio do Mesa Brasil, conseguiremos ajudar a muitas pessoas hoje”, finalizou. (Ascom Sistema Fecomércio/AC)

Assuntos desta notícia