Beth Passos Online 

*Cobrar do governo federal do Brasil que tome atitude face aos incêndios criminosamente seletivos no Pantanal e na Amazônia é o mesmo que pedir para a raposa tomar conta do galinheiro. 

*Depois que está tudo queimado, esturricado e quase sem jeito, o governo liberou 3,8 milhões para combater as queimadas no Mato Grosso.

*Lançada a nova temporada do Reality Show e Caça aos Pobres. 

– Capítulo 1 –  Anda com Pobre 

– Capítulo 2 – Abraça Pobre 

– Capítulo 3 – Ouve o Pobre 

– Capítulo 4 – Promete para o Pobre 

– Capítulo 5 – Come comida de Pobre e ainda faz cara de feliz 

– Capítulo Extra – Engana o Pobre. 

*”O arroz subiu porque vida dos pobres melhorou. “Palavras de Paulo Guedes.

Será efeito da comida ou da água que ele bebe? É um típico caso de estudo cientifico!

*Não consumir produtos do agronegócio é uma maneira de preservar o meio ambiente. 

Procurem sempre os pequenos produtores, agricultura familiar.  

O agronegócio é tóxico! 

*Eleitor sem máscara não votará, avisa plano sanitário do Tribunal Superior Eleitoral. A instituição também decidiu que o voto impresso é inconstitucional.

*Não se pode negar que o médico Dráuzio Varella é um grande ser humano, mas pedir para os eleitores se voluntariarem para trabalhar nas próximas eleições, deixou dúvidas sobre sua sanidade. 

A política praticada no Brasil envergonha o mundo, e até bem pouco tempo ele pedia encarecidamente para que ninguém saísse de casa.  

Será estresse de trabalho na pandemia? Chocada estou! 

*Se o incêndio fosse no banco Itaú, na Amazônia ou no Bradesco o governo brasileiro já teria ido socorrer.

Não haveria nem um foco mais.

*A ONU finalmente se manifestou com uma urgente relatoria  

Propondo inquérito internacional contra Brasil por crise ambiental e de direitos humanos. 

É a 1a vez que recomendação é feita por um relator independente da ONU sobre o Brasil. Mas decisão depende de governos.  

A situação ambiental brasileira tornou-se ameaça global. 

*E a Europa Pressiona Brasil: Países Europeus Dizem Que Desmatamento Dificulta Compras De Produtos Brasileiros. Quem sabe assim, né?!

*Enquanto a vacina não chega apareceu um aliado contra o Coronavírus, o nióbio. Pesquisadores da UFMG descobriram que o nióbio é mais eficiente que o álcool. Ele mata o vírus com uma ação prolongada. Ao borrifar o produto na pele ou em superfícies tem-se uma proteção de 24 horas.  

O antisséptico já foi patenteado e aguarda a aprovação da Anvisa. A expectativa é que esteja no mercado em até 30 dias com um preço popular. 

*Muito triste esse nosso tempo extremado de perdas físicas, afetivas e simbólicas.

Enquanto nossos amigos, conhecidos e desconhecidos partem precocemente, o Estado de Exceção avança celeremente no país do futuro implodido.

O governo brasileiro tem matado e destruído, por ação e por inação, riquezas naturais e humanas.

Até quando?

Cansaço me define!

*Entre os citados nos anexos da delação do ex-governador do Rio –que não serão mais investigados– estão Aécio Neves, Renan Calheiros, Jader Barbalho, Eduardo Paes, Gilberto Kassab, Paulinho da Força, os ministros do TCU Vital do Rêgo, Aroldo Cedraz e Bruno Dantas e o atual presidente do STJ, Humberto Martins. 

*Por aqui a mala de dinheiro encontrada na casa do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado Nicolau Júnior (PP) não repercutiu na mídia local.

Parece quem nem aconteceu. Mas a condecoração da Ordem da Estrela do Acre sim.

É cada vixe atrás de eita!!!

*Adoecemos primeiro as nossas emoções, depois o corpo, depois a mente. A doença nos atinge de maneira total.  Adoecemos mesmo é de hipocrisia, de engolir sapos, de forçar um ‘tudo bem’ quando na verdade ‘coisa alguma está bem’, de travar os dentes num riso quadrado para cumprimentar gente não suportamos, de fazer de conta que relevou um desagravo verbal, uma violência física, um terrorismo psicológico, em nome da ‘harmonia do lar ou do trabalho’. 

*Enquanto a vacina não chega apareceu um aliado contra o Coronavírus, o nióbio. Pesquisadores da UFMG descobriram que o nióbio é mais eficiente que o álcool. Ele mata o vírus com uma ação prolongada. Ao borrifar o produto na pele ou em superfícies tem-se uma proteção de 24 horas.

O antisséptico já foi patenteado e aguarda a aprovação da Anvisa. A expectativa é que esteja no mercado em até 30 dias com um preço popular.

*Não duvide de minhas palavras. Meu texto quando chega ao papel já passou pelo purgatório da alma. 



Beth Passos é jornalista

E-mail: [email protected]

Assuntos desta notícia