Coluna Mirla Miranda – 08/10/2020

PARABÉNS S/A

Na última quinta-feira, 01, o nosso Miguel fez 6 anos. Lembro dos seis meses! Lembro de cada aniversário. Mas o presente está sendo incrível! Temos uma criança doce, educada, obediente, criativa, comunicativa, com espírito de liderança visível, um coração lindo, uma ânsia de vida, uma personalidade visceral!

Miguel é muito eu por dentro!

Mas tem também a cara e a leveza do papai!

Miguel é filho AMADO!

HERANÇA maior!

Seguimos em mais um ano de total gratidão a YHWH (o Todo Poderoso Deus) pela dádiva de receber e zelar por tão nobre criança!

Parabéns dos teus pais, filho lindo!

AINDA NA FAIXA AMARELA

Na última sexta-feira, 02, o governo do estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Acre e do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 informaram que o Acre continua em Nível de Atenção (bandeira Amarela). Vamos reforçar os cuidados, pessoal! Use máscara, não saia de casa sem necessidade, a pandemia não acabou.

CULTURA

Na última quinta-feira, 01, tivemos uma noite muito importante para todos os cruzeirenses, sobretudo porque o governo do Acre está resgatando parte da história de muito orgulhosa da cidade de Cruzeiro do Sul e porque não dizer do Vale do Juruá.

o Teatro dos Náuas (que do tronco linguístico do pano significa “povo”), foi inaugurado pelo saudoso governador Orleir Cameli em 1998. Vinte dois anos depois, seu sobrinho, hoje nosso governador Gladson Cameli,  entrega o teatro em condições de alto padrão para a arte.

O Teatro dos Náuas – Alberto Loro, reabriu suas portas totalmente revitalizado e com a belíssima exposição fotográfica no hall de entrada: Orleir Messias Cameli: um homem à frente de seu tempo,

Também no hall do teatro foi possível contemplar uma linda exposição do artesanato acreano. E para abrilhantar ainda mais a noite, uma extensa programação de talentos e cultura, foi dirigida pelo conservatório de música do Vale do Juruá e fundação Elias Mansour em Cruzeiro do Sul. Um momento de emoção e encantamento.

Diversas autoridades estiveram presentes, mas sem dúvidas o artista principal foi o espaço dedicado à arte que dá oportunidades para jovens e crianças desenvolverem seus talentos e apresentar ao público.

Fotos: Diego Lourenço Gurgel

PREVENÇÃO E SAÚDE

Se você tem de 20 a 49 anos, vacine-se contra o Sarampo. A campanha de vacinação vai até o dia 30 de outubro, procure uma Unidade de Saúde próxima da sua casa e previna-se.

HOMENAGEM

Dia 4 de outubro foi comemorado o Dia Nacional do Agente Comunitário de Saúde e Endemias, profissional de suma importância para as comunidades e unidades de saúde. Parabéns aos profissionais pelo trabalho que realizam!

PRÊMIO DA ACADEMIA JUVENIL ACREANA DE LETRAS

O prêmio é uma iniciativa da Academia Juvenil Acreana de Letras em parceria com o governo do Acre, por meio da Fundação de Cultura Elias Mansour e do gabinete da Primeira-Dama, que, em fevereiro de 2020 decidiram lançar um prêmio literário voltado a jovens escritores de idades entre 12 e 22 anos, nas categorias de Contos e Poemas. Além disso, o prêmio homenageia os escritores acreanos J. G. de Araújo Jorge e Florentina Esteves, como uma conexão artística de gerações na literatura do nosso estado.

Essa iniciativa do governo tem, entre outros objetivos, o de descobrir e incentivar talentos da juventude acreana, através do segmento cultural, educacional e artístico. Na cerimônia de premiação, serão conhecidos e anunciados os vencedores do Prêmio, entre os seis finalistas já divulgados pelos meios oficiais.

Entre os finalistas, há quatro estudantes universitários, todos da Universidade Federal do Acre, e dois estudantes de ensino médio, dos quais um é da rede pública estadual e a outra do ensino privado.

Premiados, na categoria de Contos – Comenda Florentina Esteves

1° lugar: RENATO FREITAS DE MENEZES;

2° lugar: WUDSON CHAVES DA SILVA JUNIOR;

3° lugar: ALEXIA DE ALBUQUERQUE ASSEM.

Na categoria de Poemas – Comenda J. G. de Araújo Jorge:

1° lugar: NATAN DE LIMA FRANÇA;

2° lugar: MARCOS VINICIUS SILVA DE ARAÚJO;

3° lugar: IGOR FELIPE TEIXEIRA DE SOUZA.

Primeira-dama, Ana Paula Cameli e Manoel Pedro (Correinha), presidente da Fundação Elias Mansour


Assuntos desta notícia