ARTIGO – Pesquisa eleitoral 

Como já indicavam alguns trackings, cujos números passarinhos haviam me contado, a última pesquisa Ibope mostrou absolutamente todo mundo embolado com o anterior e o posterior na margem de erro de 3 pontos para mais ou para menos.

Não só confio, como eu leio a fundo pesquisa, gosto de ver todos os recortes, especialmente os socioeconômicos. E existe, sim, um erro recorrente que os institutos de pesquisa, mesmo sendo sérios, cometem, por isso a confiabilidade que o Ibope dá é de 95%, levando em conta a margem de erro, para mais ou para menos. Esse erro recorrente está em chegar, de fato, ao eleitor periférico de Rio Branco.

Não é uma má intenção dos institutos, é uma dificuldade logística, de fato. E, considerando essa premissa (histórica, em comparação de pesquisas e resultados de urna), eu digo que Socorro Neri tem chance, SIM, de chegar ao segundo turno. Tanto quanto Minoru Kinpara, Tião Bocalom ou Roberto Duarte. E sua rejeição é bem menor, pena que não fizeram simulações de segundo turno com ela.

Simulações, aliás, em que todos perdem para todos os adversários, sem exceção.

Seja quem for ao segundo turno, o trabalho de mostrar a diferença para o eleitor será árduo. A torcida fica para que seja com o candidato e o programa que escolhi desde o início. Se for com outro, colaborarei também.



Beth Passos é jornalista 

E-mail: [email protected]

Assuntos desta notícia