Bocalom assume compromisso com políticas públicas de acessibilidade, mulheres e contra notícias falsas

Em solenidade realizada no auditório da sede da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB-AC) na quarta-feira, 14, Tião Bocalom (Progressistas), candidato à Prefeitura de Rio Branco, assumiu o compromisso com a criação e promoção de políticas públicas de acessibilidade voltadas às pessoas com deficiências e à proteção das mulheres da capital. Além disso, ele também garantiu o empenho no combate às notícias falsas durante todo o processo eleitoral deste ano.

Bocolom, ao assumir compromisso na sede da OAB/AC (Foto: Assessoria do Candidato)

Das mãos do presidente da Seccional Acre, Erick Venâncio, o prefeiturável recebeu os termos de compromisso intitulados “Eleições Limpas”, que veda a prática de notícias falsas, caixa dois, solicita a prestação de contas em tempo real, cumprimento dos bons princípios públicos, etc. e no documento “Campanhas Eleitorais Acessíveis”, inclui assegurar a plena participação das pessoas com deficiência no debate público, voto consciente, igualdade, luta contra o preconceito e outras ações na área.

Já da presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA) da OAB-AC, Isnailda Gondim, ele se inteirou sobre a Carta Aberta pela criação do Sistema Municipal de Políticas para Mulheres. Os documentos foram produzidos pela Ordem em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), Associação das Pessoas com Deficiência Visual do Acre, Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Rio Branco e outras entidades.

“Isso demonstra que, assim como nós, a OAB e demais instituições estão conectadas e preocupadas com as demandas sociais. É um ato muito importante porque para mim não são somente três documentos, mas sim compromissos verdadeiros com as nossas mulheres, nossos deficientes e população em geral. Todos eles terão uma atenção especial na nossa gestão. Parabenizo os envolvidos nesta iniciativa por colaborarem com a sociedade”, declarou Bocalom.

O presidente da Ordem destacou que ela possui um papel relevante na sociedade civil acreana e rio-branquense, por isso não poderia se furtar na colaboração por um processo eleitoral mais justo, inclusivo e transparente. “Chamamos os candidatos para assumir tais compromissos não para a OAB, mas sim com a sociedade. São questões básicas ligadas à probidade na administração pública e os demais setores. Espero que sejam todos cumpridos”. (Assessoria do Candidato)

Assuntos desta notícia