Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em Rio Branco/Acre na residência do investigado, onde foram localizado grande parte do material arqueológico sob investigação.

Foi realizada a prisão em flagrante de um individuo na posse das relíquias. Os materiais arqueológicos resgatados foram encaminhados ao IPHAN, a qual fará a destinação adequada para a conservação das relíquias.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações continuarão em andamento para identificar outros envolvidos no esquema de comercialização ilegal de relíquias arqueológicas.

*O nome da operação faz referência a um mosteiro na Grécia, que em meados do século XIX, ladrões retiraram materiais arqueológicos e relíquias sagradas do mosteiro. (Assessoria/PF)