ARTIGO – Vida mais eficiente 

O presente sistema social, político e econômico está chegando a seu desfalecimento total. Vivemos o crepúsculo de uma espécie de sociedade humana que está em declínio e não se sustenta mais. Globalizamos nosso comportamento e estilo de vida calcado no consumo, numa cultura que glorifica o esbanjamento, não conseguindo mais suportar a si mesmo e o outro.

Com a pandemia aprendemos, de certo modo reaprendemos, que é preciso viver outros meios de vida e modelos a se adotar para conseguirmos viver de modo mais eficiente. Porém nos apegamos a velhas manias e ações que lá no passado (como o extremismo político dos fascistas no século XX ou o religioso da inquisição no século XVI) acarretaram malefícios à humanidade, sendo inconcebível que ainda nos agarremos a certos maniqueísmos de pensamento e de comportamento. A lição da História não é o que fazer, É O QUE NÃO FAZER.

O mundo não é puro maniqueísmo. Mas a humanidade está, nesse exato momento, radicalmente dividida entre os bons e os maus. Simples assim!


Beth Passos é jornalista 

E-mail: [email protected]


Assuntos desta notícia