Tião Bocalom decreta situação de emergência em Rio Branco

Com o nível do Rio Acre aumentando a cada dia mais, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, decretou nesta terça-feira, dia 16, situação de emergência em toda a cidade, em razão dos alagamentos, adicionando ainda na justificativa para a medida, a situação da a pandemia de covid-19 e a epidemia de dengue.

Segundo a Prefeitura, o decreto também se justifica a partir do momento em que 24 bairros da Capital foram atingidos pelas águas. O nível do Rio Acre atingiu a cota dos 15,70 metros, às 18h desta terça, surpreendendo as autoridades da Defesa Civil. Já são 2.746 residências atingidas.

“A gente precisa pensar que agora, as famílias precisam ter um suporte e nós decretamos situação de emergência para cuidar delas da melhor maneira que for possível. Não há outro objetivo no momento”, enfatizou o prefeito.

O balanço também aponta que há 13.700 pessoas desalojadas, sendo que 300 delas precisaram ser removidas de suas casas pela Defesa Civil. Algumas famílias já começaram a ser instaladas no Parque de exposições na tarde desta terça. (Noticias da Hora)

Assuntos desta notícia