Ministério da Justiça, Segurança Pública e polícias civis de todo o país deflagram “Operação Resguardo”

*Ação, iniciada no dia 1º de janeiro deste ano, mira o combate a crimes de violência contra a mulher. Mais de 175 pessoas já foram presas em todo o Estado do Acre.

 

Coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), a Polícia Civil do Estado do Acre deflagrou, nesta segunda-feira, 8, a “Operação Resguardo”, maior ação de combate a crimes de violência contra a mulher do Brasil.

A Operação Resguardo acontece nos 26 Estados e no Distrito Federal e é a maior de combate a crimes de violência contra a mulher no Brasil com mais 9.055 pessoas presas que

A operação integrada teve início no dia 1º de janeiro de 2021 em todo o Brasil. Desde então, a Policia Civil do Acre já apurou mais de 628 denúncias, que culminaram com a instauração de 554 inquéritos policiais, 67 mandados de prisão, 67 cumprimentos de mandados judiciais, 108 prisões em flagrante, além da realização de atendimentos a mais de 853 mulheres vítimas de violência e a prisão de 175 agressores e retirada de ativos criminais como 24 armas de fogo em 19 municípios do Estado.

No Acre, a Delegacia Especializada de Atendimento Mulher (DEAM) coordenou os trabalhos investigativos da “Operação Resguardo” e contou com apoio de todo efetivo da Polícia Civil que, durante 67 dias combateram de forma pontual crimes de violência contra a mulher.

Durante toda a segunda-feira, serão cumpridos alguns mandados de prisão, medidas cautelares/medidas protetivas/mandados, na capital e em alguns municípios do Estado. (Ascom/Polícia Civil)

Assuntos desta notícia