ARTIGO – Nosso limite 

O que conta nesta vida é a nossa atitude diante de uma tarefa difícil: uns fogem; outros fazem de conta que não existe; outros criticam, mas se limitam somente nas palavras; outros levantam e fazem as coisas acontecerem. A maioria das pessoas nunca vai longe o suficiente. Na primeira rajada de vento abandonam seus corpos e se deixam levar.

A mudança e o sucesso dependem da energia da crença, depende da quantidade de força que temos dentro, na nossa mente.

Como dizia William James:

“Faça com que as coisas aconteçam. Nada é mais exaustivo do que a eterna pendência de uma tarefa incompleta”.

A fé é uma das forças pelas quais os homens vivem, e a sua ausência total significa colapso. Não é à toa que estamos vivendo um dos maiores colapsos do nosso tempo.

O conhecimento liberta e é o fator divisor de águas desta Pandemia. Enquanto muitos ainda insistem em manter suas mentes em Lockdown total, outros buscam o conhecimento para se libertar das amarras dos tiranos.

Esta Pandemia dividiu e nos mostrou que existe uma diferença abissal entre o conhecimento e a ignorância, muitos insistem em não pensar por si, vivem repetindo os slogans e as narrativas da mídia deixando-se manipular.

O que precisamos neste momento é de seres pensantes, seres comprometidos com a verdade, seres interessados na busca do conhecimento, seres disponíveis para o debate.

Uma sociedade livre é uma sociedade onde o seu governo empodera o seu povo, onde a tradição é preservada, onde a cultura é distribuída sem medo, sem filtros e sem ideologias, um governo que vive de grandes ações no presente acumula projetos grandes para o futuro. O povo precisa de grandes Homens para construir, o povo precisa de grandes pensadores para criar, o povo precisa ser Livre para pensar!!

Liberem-se do medo, não se deixem influenciar pelas mentiras espalhadas por aí, vamos usar nossa mente atravessar todas os limites que ela tiver para encontrarmos a saída.


Beth Passos é jornalista 

E-mail: [email protected]


Assuntos desta notícia