ARTIGO – Ondas rentáveis 

O professor Fauci, conhecido como a divindade da ciência mundial, mostrou números e riscos para uma quarta onda, já em maio. Disse ele que o aumento de casos é perturbador.

Com quase 73 mil novas infecções em 24 horas, a mídia relata que o número de novos casos de coronavírus nos Estados Unidos se estabilizou nos últimos dias, mas em um nível preocupante, mesmo com a vacinação em massa os números de infecções são altos.

De acordo com dados do New York Times, os EUA registraram 73.200 positivos e na última semana houve e média de 65.556 casos por dia, um aumento de 14% em relação à média das 2 semanas anteriores.

Apesar da velocidade com que a campanha de vacinação está avançando: cerca de 109 milhões de pessoas nos Estados Unidos já receberam pelo menos 1 dose, o equivalente a mais de 33% da população, e todos os 50 estados se comprometeram a vacinar todos adultos até o dia 19 de abril.

Entre as principais causas do aumento de infecções é disseminação da variante britânica, que agora é a cepa dominante nos Estados Unidos.

Para conter essa disseminação, é preciso continuar seguindo as medidas preventivas: uso de máscaras e o distanciamento social, mesmo vacinados.

O mais grave é que vacinas estão sendo suspensas em vários países, os números de casos continuam a aumentar, pessoas que nunca foram contagiadas pelo vírus depois de receberem a vacina se infectaram, negaram o tratamento precoce, imediato, tempestivo.

A OMS vai ter que começar a dar algumas explicações mais plausíveis, e começar à trazer a luz os tratamentos que realmente funcionam e salvam vidas, e transformá-los em protocolos unívocos, As evidências não podem ser escondidas sendo necessário assumir qualquer tipo de erro.

“Espere um pouco mais – avisou – não é hora de declarar vitória”.

O mercado financeiro agradece, Dr Fauci e nossa saúde física e mental também. Se está ruim para os Estados Unidos imagina para nós brasileiros. E segue o jogo sujo e aumentam os milionários da Saúde na Forbes em plena pandemia!


Beth Passos é jornalista 

E-mail: [email protected]


Assuntos desta notícia