Beth Passos Online 

*E o juiz era mesmo ladrão? A partida foi anulada. Como fica o campeonato? Tudo calmo até aparecer quem alimente melhor o Centrão. 

*Jizus Craiste! O Brasil vai tão mal das pernas que até a Bolívia fechou as fronteiras com nosso país. A que ponto chegamos!

*Foi nítida a movimentação do presidente Jair Bolsonaro em tentar fazer das Forças Armadas uma instituição de defesa do seu governo, e não do país. Não foi por acaso a troca atabalhoada nos Ministérios, justo no momento em que ele sofre a maior pressão desde que chegou ao poder e data de aniversário da revolução de 1964. Felizmente entenderam que é papel de todo democrata não recuar.

*Arthur lira andou se movimentando para tentar aprovar um PL que permita ao setor privado comprar vacinas para uso próprio no Brasil. Nenhuma farmacêutica diz que poderá atender setor privado antes de cumprir todos contratos com governos, que vão até 2023. Mas os organizadores da Feira de Madureira já disseram ter interesse em abastecer o setor privado brasileiro ainda esse ano com vacinas excelentes, nem precisam de geladeira, um isoporzinho de cerveja mesmo já funciona. Pode ser comercializada pelos camelôs também? Vixe! Eitaaa!!! 

*Não à compra de vacinas por empresários. Isso é uma indecência. Nem o país mais capitalista do mundo fez isso. Vacina é um direito universal. Vacina já! Vacina para todos! Viva o SUS!!!

*Chocada com essa ordem: Facções proíbem bailes em favelas do Rio de Janeiro, para conter o avanço da Covid. “Falem pra geral que a ordem é dos comandos, nada a ver com Bolsonaro ou OMS”. 

*Se essa média de mortos continuar, em menos de dois meses e chegaremos aos 600 mil.

*Ouça e chore, pois, essa dor não é só sua e só os fortes choram, os fracos entram em negação, por medo de sentir a dor que deveras sentem. 

*Toque de recolher movido literalmente a bala em Rio Branco. Mesmo com lockdown, toque de recolher muitos decidiram sair para curtir o sábado à noite. Meu colega da ACOS (Associação dos Colunistas Sociais do Acre), também fotografo James Pequeno flagrou o caso na hora e jogou na rede. Vixe Atras de eita My Good!

*A insustentável leveza do “Ser” que atende pelo nome de Capitalismo Financeiro Global! 

*Pastor Malafaia com covid. Ué, mas ele não se preveniu com cloroquina e ivermectina? Jizus Craiste!!!

*Tem gente que ama mais os animais inocentes do que humanos assassinos, genocidas, estupradores, etc. E Xuxa ama mais os animais. Errada não está!

*Não sejamos hipócritas, se pudéssemos usar Bolsonaro de cobaia ao invés de um animal inocente, usaríamos. Só não podemos falar isso porque é politicamente incorreto. Ops, falei! 

*Ver gente doando cachorro como se tivesse doando uma geladeira, depois de conviver anos com ele, é o cúmulo da canalhice humana. Isso muito me sequela!!!

*Turista em plena pandemia! Repetindo mais de 3 mil mortos e turista passeando, viajando pelo Brasil. Perdoa senhor…, mas que nojo! Totalmente sem sentido, sem cabimento: turista de pandemia. Socorrooooo!!! 

*A vida é uma viagem e algumas pessoas escolheram ser a mala. Literalmente!

*Ficando difícil suportar o “desconstruído” cantor, mais conhecido por ser filho de Fábio Jr. Poucos admitem, mas no BBB 21, no jogo da discórdia o FIUK, ou Feiuck, apelido adquirido por sua chocante antipatia dentro do reality. Ele resumiu bem o lugar “humano” com que “aceitamos” os “paraíbas” (de qualquer origem). Para ele, Juliette pode admira-lo. Pode brincar. Poder ser uma FÃ. Ele promete tratar com carinho, aprendeu isso desde pequeno. Mantendo distância.  

Mas alto lá! Saiba seu lugar e não misture as coisas, Paraíba. Não é porque eu aceito brincar que você seja uma igual. Seu lugar é na xepa, Paraíba. Mas pode fazer uma palhaçada, a gente aceita, mas deixando claro que é uma coisa étnica exótico meio assim Regina Casé. Só não se misture com o vip. Saiba bem o seu lugar.  

Mas não é xenofobia não. Você é da casa. Eu te trato com humanidade, veja que muitos não tratariam “vocês” assim. Só não chore. Não apareça nas câmeras. Não fique na sala.  

Muito lamentável um comportamento destes em pleno século 21! 

*Ou se fala do “quase golpe”, da covid ou BBB, prefiro a última opção. Ver o rosto plastificado da Pocah, a carinha de sujeira da Viih Tube, que corre do banho, a alegria da Juliete, as fofocas de um quase aleijado ou o fumante Fiuk, que nem planta é. Planta ainda tem vida. Poste, talvez!

*Todos os aliados de Sarah no BBB eram homens. Quando falava sobre mulheres, ela era juíza. As outras eram manipuladoras. Egoístas. Falsas. Começou com Karol e Lumena – e nós comemoramos. ‘Temos uma espiã lá dentro! Ela vê injustiças e não se cala!’ No entanto, as duas saíram e Sarah continuou vendo apenas mulheres como vilãs. Ainda bem que vazou da casa com enorme rejeição. 

*Já bateram continência para a estátua da Havan? A moda continua, mas agora estão batendo continência para uma caixa gigante de Cloroquina que colocaram na praça em São Leopoldo no RS. Chocada estou!!!

*Estou em oração para que o Luciano Huck não tire foto com a vacina. Oremos juntos! 

*Bastou o Butantã anunciar a vacina brasileira, chamaram o astronauta para anunciar sua vacina lunática. Não sei se rio, choro ou sinto só a vergonha alheia. É isso mesmo a ciência dando um baile e Jair Bolsonaro não foi convidado. Jizus Craiste!!!

*E esse ministro da saúde que vai de jaleco para todo lugar? Preciso descobrir com alguma Maria Fi Fi habitante de Brasília. 

*Pessoas batendo perna à toa na rua, dando entrevista criticando pessoas que estão batendo perna à toa na rua. Braseeellllllllll!

*Quando alguém usa, numa fala, a frase “aquele pessoal dos direitos humanos”, pode ter certeza que a seguir virá um argumento fascista. Pode verificar! 

*No Brasil 80% dos pacientes com COVID-19 que são intubados morrem, a média mundial é de 50% de mortalidade. A média de mortalidade de pacientes com covid intubados na Ásia é de 47%, na Europa, é de 36% e, na América do Norte, é de 46%.

*A taxa permaneceu alta ao longo do ano. Perdeu-se tempo discutindo tratamento precoce sem qualquer evidência científica e não se investiu em disseminar informação sobre tratamentos eficazes para pacientes graves, como uso de esteroides, técnicas de identificação de insuficiência respiratória, uso da posição prona e outros. 

*A Venezuela ofereceu ao chanceler, que estava na beira do precipício, ajuda em oxigênio ao Brasil, assim como fez com o Estado do Amazonas. Nunca recebeu resposta. O governo do Amapá também enviou ao dito cujo, ofícios sobre o assunto e solicitando a intermediação nessa doação. Nada. Brasileiros morrem na fila de espera por oxigênio.

É ou não é crime de responsabilidade? É ou não é genocídio?

*Um amigo perguntou se acho descolado ter comprado uma moto. Prestativo como sou avisei que Mulher gosta de barulho de moto sim. Mas do barulho da moto do motoboy chegando com os lanches. Imagina quem quer estragar o cabelo com capacete, nem vou falar de outros percalços. 

*Isso me lembra uma questão aleatória. Por que a maioria das pessoas mais jovens gostam tanto de música que manda sentar???? De moto sei que não é!!!

Fui minhas lindezas. Beijos ortograficamente elegantes a todos. Fiquem ligados na missão, porque eu não me calo, NEM SOB TORTURA!!! 


Beth Passos é jornalista 

E-mail: [email protected]


Assuntos desta notícia