Beth Passos Online

*Eu gasto meu precioso tempo de vida com duas categorias de coisas: as que eu sou obrigada a fazer e as que eu gosto de fazer.

Por isso eu não passo roupa. Nem sob tortura!

*E atenção para o conselho do Papa Francisco: “Afastem-se da vaidade do dinheiro.  O diabo entra pelo bolso”. Gente em que mundo o Papa está vivendo? Quem tem tanto dinheiro assim que precisa se afastar? Só os políticos, envolvidos com políticos, herdeiros e as igrejas. Esse papa anda bebendo alguma coisa que está deixando ele muito louco. Chocada estou!!!

*E por aqui também só se ouve besteira. O super ministro complicou ainda mais a situação caótica do país em todos os níveis. “O chinês inventou o vírus, e a vacina dele é menos efetiva do que a americana. O americano tem 100 anos de investimento em pesquisa. Então, os caras falam: ‘Qual é o vírus? É esse? Tá bom, decodifica’. Tá aqui a vacina da Pfizer. É melhor do que as outras”, declarou Paulo Guedes, durante reunião do Conselho de Saúde. O pior e mais humilhante foram as desculpas depois. Oh! Mai Godi! Vergonha alheia no grau máximo!

*Pois é Sociedade Republicana certamente, se fossemos uma Monarquia nosso Imperador não permitiria que essas enfadonhas figuras permanecerem na vida pública, mas nossa República é laica, portanto só nos resta clamar ao velho remédio amargo da suspenção dos direitos e garantias individuais para sanear a vida pública no Brasil.

*Já repararam que não é mais a História (metáfora para futuro) quem julga os piores erros da Humanidade? É o TEMPO PRESENTE o verdadeiro juiz dos nossos dias. Sinais dos tempos? Que tempos virão, agora?

*Hitler ensinou! Todos os judeus da Alemanha nazista foram expulsos dos serviços públicos; perderam suas rendas, seus patrimônios e seis milhões deles viraram cinza nos campos da morte da época do nazismo. Esse expediente abriu uma quantidade enorme de possibilidades de ascensão social e econômica para os cidadãos da Alemanha.

*Ai, ai, ai meus sais e florais. Nada mobiliza tanto como a defesa dos privilégios. Tenho dito!

*Brasília, um Distrito que se especializou no crime, lugar onde as facções criminosas são legalizadas e se protegem, que escreve suas próprias leis, manipula, ludibria e conspira contra o povo que deveria representar. Onde o crime compensa, a corrupção dos princípios e da alma, já nem importa mais. Nos transformou numa sociedade falida tornando cada vez mais difícil acreditar neste país com ditos personagens no comando. Chega de ilusão e conformemos, a Venezuela já é aqui.

*No supermercado: carrinhos cheios. De comida? Não! De cerveja e salsicha! As crianças carregando miojo e salgados, cheios de sódio. Frutas? Nenhuma? Vá entender!!!!

*Só a imaginação ativa nos salva. Vocês nem imaginam, pessoas da minha bolha, os decibéis das gargalhadas que sozinha dou. Só Jizuis Criustu me compreende e releva!

*Aiinnn gente coisa mais sem graça o Oscar esse ano. Bom, pelo menos teve! Povo, aliás, pouquíssimo povo, chique usando rosê, preto ou branco no “tapete vermelho” e tristes, como o resto do mundo. Todos amam aquele glamour, aquela pompa com circunstância real de astros e estrelas da terra, alguns, assim até, com certo conteúdo.

*É um clássico sempre evidenciando o vintage, com uma atriz, com perfil diferentão, disputada pela alta costura das grifes mais consagradas do planeta causando furor.

Procurei à toa uma autêntica saia vitoriana no tapete vermelho, só encontrei uma sandália Croc dourada. Visão do inferno! Não fizeram modelito adaptado à pandemia? Chocada fiquei!

Nenhum ator vestindo uma beca inspirada na Nasa? Garanto que teria sido um ativismo performático pandêmico bem mais interessante. Atenção Hollywood me contratem no próximo. Se houver. Meu cachê também é hollywoodiano!

*Pessoas da minha bolha respondam. Por que eu amo tanto sapato? Pode deixar, eu mesma respondo. Porque sapato é amigo da mulher, qualquer modelo que desejamos, serve e fica bem, ao contrário de roupas.

*Autocracia regressiva social, com manipulação religiosa e analfabetismo político para se pensar em excluir o Censo. Isso permitiria que o país ficasse sem estatísticas oficiais. Seria como instalar o retrocesso e desconstrução de todos os avanços feitos desde a redemocratização de 1985, em pleno século 21. O Censo do IBGE é uma ferramenta para a formulação de políticas públicas da União, Estados e municípios. É a base para pesquisas e propostas das empresas públicas e privadas, da imprensa, universidades e da sociedade civil como um todo. É fundamental para o presente e o futuro do país.

*Enquanto isso no vizinho Uruguay, o povo realizou um panelaço pedindo por mais restrições e distanciamento social. Dá vergonha ser brasileiro.

*Vocês acreditam que o Faceboock bloqueou a conta do meu Face 2? Fiquei 24 sem poder postar. Que ódioooooooooo! Nem sou política. Sou humanitária e neutra em questões política. O que está havendo com o Marck?

Quero explicações em minha mesa até as 17 horas. Cadê a liberdade, a democracia? Estou SEQUELADA! Preciso de terapia urgente porque estou postando Story na força do ódiooooo!

*Está rolando uma atmosfera de babado, batuque, confusão e exaustão, ou sou eu que estou viajando? Será que estão acreditando mesmo que com os processos extintos todos viraram anjinhos??? Socorro, Braselllll!!!

*Tem gente apostando que o “ex-juiz” Sérgio Moro vai ganhar a vida como motorista de UBER. OH MAI GODI!

*Ainda sobre o Dia do Índio, Tiradentes e Descobrimento do Brasil. ”. Nossas terras são invadidas, nossas terras são tomadas, os nossos territórios são invadidos…. Dizem que o Brasil foi descoberto; o Brasil não foi descoberto não, Santo Padre. O Brasil foi invadido e tomado dos indígenas do Brasil. Essa é a verdadeira história que realmente precisa ser contada. ”

*O mês de abril registrou até sábado, 25, número devastador de 67.723 mortes por covid-19 no país. Dá vontade de nem levantar da cama!

*Renan Calheiros cotado como relator da CPI da Covid-19. Pela primeira vez na história, um vírus conduzirá a investigação de uma pandemia. Jizus Craiste!!!

*Abuso de poder, ineficácia e omissão são alguns dos termos utilizados pelo TCU (Tribunal de Contas da União) para se referir à atuação do Ministério da Saúde no combate à pandemia de covid-19 no Brasil. De acordo com relatório do tribunal concluído em abril, o governo alterou documentos para se eximir da responsabilidade de liderar as ações ao ponto de não monitorar o fornecimento de remédios de intubação em postos de saúde. Só vixe, atrás de eita meu povo!

*”UTIs improvisadas aumentam mortes por covid-19 no Brasil”. A sobrecarga e falta de profissionais, até 80% dos intubados não sobrevivem. Para Associação de Medicina Intensiva Brasileira, abrir leitos não pode ser a única resposta à pandemia e custa mais que auxílio emergencial.

*Parafraseando o Rosa: ” Coronavírus se acha é em horinhas de descuido”… Cuidado com seus momentinhos de felicidade durante a pandemia.

*Uma hipótese? De repente, me ocorreu que a causa dessa bizarra naturalização da tragédia sanitária e humana que estamos vivendo no Brasil pode ser o tom “naturalmente” sensacionalista que sempre foi típico do jornalismo comercial brasileiro.

*Só para lembrar. Foram 388 anos de escravidão. E tem gente que diz não entender as desigualdades sociais. Esse País tem 519 anos. Acordem!

*Muitos com dinheiro em caixa todo mês, quer mais é que o país exploda. Não tem força para questionar. Estão matando muita gente, continuarão matando, o trabalho é apenas desviar o foco. Doloroso falar, mas é isso!

*O fracasso na gestão da pandemia do COVID19 e a volta da epidemia da fome no Brasil foram retratados em matéria de capa no The New York Times. O desespero de milhões de brasileiros que não tem o que levar à mesa não chama atenção da maioria da imprensa brasileira, mas começa a chamar a atenção do mundo.

* Duas pesquisas apontam que cada óbito afeta uma média de nove parentes diretos, que geram uma nova onda de desafios para a saúde da população: “a epidemia silenciosa da dor”.

*Fazer escolhas é fácil. Difícil é sentar-se para o banquete das consequências.

*Segundo os especialistas facebokianos, se a gente parar de falar do BBB, Bolsonaro cai, o país melhora e todos seremos felizes para sempre. É isso gente, não foi a separação de Joelma e Chimbinha que destruiu o Brasil, tem que parar de assistir Big Brother. Socorro Braseeeelllllll.

*Uma das diferenças mais importantes entre humanos e animais, é que os animais não permitem que o mais idiota se torne o líder da matilha.

Já na natureza humana, estamos vendo que quem rouba comanda literalmente o grupo.

*Eu quero licença de sonhar. Perdão para fechar esses meus olhos cansados desta pandemia. Sem ao menos sorrir, esse riso que tem choro guardado atrás de si. Com sua licença e por um mundo com mais relações humanas honestas.

Fui minhas, lindezas. Beijos ortograficamente elegantes a todos. Fiquem ligados na missão, porque eu não me calo, NEM SOB TORTURA!!!


Beth Passos é jornalista

E-mail: [email protected]


Assuntos desta notícia