Pular para o conteúdo
Em Rio branco

Funcionário que reagiu a assalto em escola e foi baleado continua internado

Servidor, de 31 anos, exerce a função de secretário da Escola Estadual Lourival Sombra; ele passou por cirgurgia para reconstituição de uma das mãos

Tentativa de assalto ocorreu na tarde desta sexta,16, na escola que fica localizada no Conjunto Tangará, em Rio Branco. (Foto: Escola Estadual Lourival Sombra)

O funcionário da Escola Estadual Lourival Sombra que levou dois tiros ao reagir ao assalto que aconteceu na tarde na última sexta-feira, 16, em Rio Branco, continua em observação no pronto-socorro de Rio Branco.

De acordo com a Polícia Militar, o servidor acabou matando o assaltante, identificado posteriormente como Ivanildo Angelo Reis da Silva, de 28 anos. O funcionário – que não teve o nome divulgado – teria sido baleado ao menos duas vezes e passou ainda na noite de sexta por uma cirugia para reconstituição de uma das mãos.

Segundo informações extra oficiais, ele foi submetido a um procedimento de drenagem de toráx, pois um dos disparos atingiu o pulmão. Trata-se de um procedimento grave, mas que tem boa resolução na maioria dos casos e requer observação em um prazo médio de sete dias. Além disso, uma bala foi ricocheteada, fazendo com que fragmentos ficassem alojados no pescoço da vítima.

Seu estado geral é grave, mas ele está lúcido e a perspectiva da equipe médica quanto à sua recuperação é boa.

A outra funcionária que foi rendida durante o assalto, uma mulher de 50 anos, foi atingida com um tiro de raspão, mas foi liberada do hospital no mesmo dia.

Sobre o assalto

O assalto ocorreu por volta das 13h, na Escola Estadual Lourival Sombra, no Conjunto Tangará, em Rio Branco, na tarde desta sexta-feira, 16. Ivanildo  da Silva teria invadido a escola, armado, e rendido dois funcionários em uma sala.

O secretário, que segundo informações possui porte de arma, reagiu e houve troca de tiros no local. O assaltante acabou morrendo no local e os funcionários feridos foram levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Pronto Socorro.

De acordo com o Tenente da Polícia Militar, Moisés Oliveira, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) recebeu o chamado por volta das 13:30 e, quando a guarnição da PM chegou ao local, encontrou o acusado já no chão ferido.

Leia mais em:  Homem é morto ao invadir e render funcionários em escola de Rio Branco