Pular para o conteúdo
48ª edição

Após parecer da Saúde, governo decide não realizar Expoacre 2021

O governo do Acre decidiu não realizar a feira, em razão da pandemia do novo coronavírus

Contrariando as expectativas em torno da realização da Expoacre 2021 em outubro, o governo do Acre decidiu não realizar a feira, em razão da pandemia do novo coronavírus. A confirmação veio nesta quarta-feira, 14, pela Secretaria de Empreendedorismo e Turismo.

A decisão foi tomada após a resposta dada pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 a um ofício enviado pela secretaria que pedia um diagnóstico acerca do avanço da vacinação contra a Covid-19 entre os meses de outubro e novembro, previsão de vacinação da população em geral com as duas doses para o mesmo período, e se havia estudos que indicassem a possível chegada de novas variantes ao Estado do Acre, para, assim, realizar o planejamento das ações referentes ao evento.

Sobretudo, o documento assinado pela coordenadora do comitê, Karolina Sabino, ressalta que “não é possível assegurar que teremos um cenário adequado e seguro à realização da Expoacre 2021”, como ressaltou Sabino ainda no documento que norteou a decisão do governo.

“Torna-se desafiador dimensionar a proporção da pandemia da Covid-19 para meados de outubro ou novembro, diante do cenário incerto da chegada de uma nova cepa com alta transmissibilidade e patogenicidade, além de um cenário de incertezas quanto à disponibilização de vacinas pelo Ministério da Saúde. Por todos os motivos expostos, informamos que não é possível assegurar que teremos um cenário adequado e seguro à realização do Evento Expoacre 2021”, informou.

Leia mais: Saúde confirma 68 casos da variante gama no Acre