Pular para o conteúdo
Covid-19

Saúde confirma 68 casos da variante gama no Acre

A variante gama é mais transmissível e está ligada a um maior índice de mortalidade

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre confirmou nesta sexta-feira, 9, ter identificado ao menos 68 casos da variante gama, mais uma mutação da Covid-19. Os casos são de pacientes de diversos municípios acreanos, e foram identificados a partir do sequenciamento genético das amostras enviadas ao Instituto Evandro Chagas, em Belém/PA.

De acordo com Marcos Venicius Malveira, do Centro de Informações Estategicas em Vigilancia em Saúde do Acre, a variante gama é mais contagiosa do que a versão clássica do vírus e, portanto, requer mais atenção.

“A variante gama é um pouco mais contagiosa que a variante clássica do Coronavírus, ela possui algumas mutações que facilitam a transmissibilidade dela. Quando ela foi descoberta a primeira vez, que foi quando quatro viajantas chegaram no Japão vindos do Amazonas em janeiro, percebemos que ela rapidamente dominou o cenário brasileiro, provocando aquela onda gigantesca que a gente viveu, com muitos casos e muitos óbitos”, explicou Malveira.

Os sintomas da variante gama são os mesmos da versão clássica do novo coronavírus como febre, dor de cabeça e perda de olfato. No entanto, devido ao seu alto índice de transmissão, é necessário que a população mantenha todos os cuidados. Além disso, é a variante delta – detectada inicialmente na Ìndia, que foi identificada em ao menos 20 pessoas no Brasil, que mais preocupa as autoridades também no Acre, pois trata-ase de uma linhagem mais agressiva do vírus.

“A gente tá vivendo uma nova variante que traz muita preocupação, que é a variante Delta, e as pessoas que estão vacinadas estão protegidas, mas elas não devem relaxar nas medidas de distanciamento social, e precisam continuar usando máscara, limpar as mãos com álcool em gel, evitar aglomerações, porque isso facilita a transmissão do vírus. A gente tem uma cobertura vacinal, mas falta muitas pessoas completarem a cobertura, fazer o esquema completo de duas doses. Algumas pessoas que tomam a primeira dose, e esquecem de tomar a segunda. Se você tomou só uma dose, você está pacrcialmente protegido e precisa tomas as ducas vacinas para ficar totalmente protegido”.

Leia também:  Pessoas a partir de 27 anos podem tomar a vacina contra Covid-19, em Rio Branco