Pular para o conteúdo
Beth Passos
Beth Passos é comunicadora, produtora, assessora de imprensa e empresária. Email: [email protected]

Deep State

Quem imagina que os senhores da justiça passaram do limite, esperem só para ver do que ainda são capazes. Estão somente na metade do jogo, a missão é eliminar todos aqueles que ousem ir contra a cartilha imposta por eles. O jogo é pelo poder absoluto, e quem esperava por um golpe de Estado pelo poder executivo (do Presidente) se enganou, o golpe veio de onde jamais poderia acontecer em uma República Democrática: do poder Judiciário. Através destes atos antidemocráticos e totalitários pela parte do “supremo”, podemos ter a certeza que o Brasil nunca teve e nunca terá uma verdadeira oposição política, estamos caminhando para um governo único, hegemônico e sem o povo. O pior é que o Jair Bolsonaro não se ajuda, não tem uma equipe eficiente. O brasileiro acostumou-se a votar por “vingancinha”, assim elegeu alguns ‘tiriricas”, no “Mito”, e muitos se arrependeram, inclusive eu. Me criticam, ameaçam quando faço piada das mancadas dele. Meu irmão e mais de meio milhões de pessoas no Brasil, morreram por causa da inépcia do nosso presidente sim, suas grosserias e falta de uma boa assessoria o transformou em execrável para muitos que depositaram confiança em seu governo, mas reconheço que apesar de tudo ele está lutando sozinho pela soberania do país.

O projeto é continuar decidindo os próximos presidentes dos 3 poderes, o totalitarismo e unilateralismo se revela diante aos olhos de todos, sem filtros e sem véus. O país está se tornando oficialmente uma Republica Comunista Chinesa, o regime é o mesmo, a tática é a mesma. A maioria do senado e políticos que aplaudem estes episódios já venderam as suas almas ao diabo. Maquiavel já dizia: “A política tem pelo menos duas caras. A que se expõe aos olhos do público e a que transita nos bastidores do poder.”

No dia 08 de novembro de 2019, o golpe de Estado já havia sido dado no País com a soltura do ex presidente Lula. Está cada vez mais claro o plano que vem sendo articulado, a democracia foi completamente abolida em nome da própria Democracia. Estamos vivendo em um regime supremacista, totalitarista, cruel e sem piedade. A justiça serve um maravilhoso banquete, regado a champagne e caviar a esta elite dominante, incapaz de defender a soberania do País e seu povo. O único compromisso que estes ministros tem, é somente com a agenda globalista comunista, o uso das máquinas de voto eletrônico da Domínio para as próximas eleições no Brasil, é a garantia da volta de Lula.

George Soros tem financiado grupos há vários meses com a intenção explícita de derrubar o presidente brasileiro do poder. Bolsonaro enviou uma mensagem clara e inequívoca ao clube de Davos e aos outros círculos globalistas. “Vocês não podem me remover com um golpe. As forças armadas e o povo estão comigo.”

A filosofia deste grupo é clara : “Eleições para eles não se vence, se toma!” o governo único e hegemônico está em andamento em todo o mundo; Zé Dirceu o dono do Supremo já havia deixado bem claro a todos a modalidade de política que eles usam: “Vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar a eleição” Ayan Rand definiu bem este momento atual: Quando observares a corrupção a ser recompensada e a honestidade a converter-se em autos sacrifício; então poderás constatar que a tua sociedade está condenada.

Com os últimos acontecimentos, chegamos a triste conclusão que o Brasil não vive uma democracia, não respeita a constituição, a maioria dos políticos não trabalham para o coletivo. Enquanto isso o Povo Brasileiro vê a sua soberania em risco, seus direitos controlados e decididos por oportunistas. Estamos em perigo, nossa integridade física e moral está em risco, tudo está sendo manipulado diante dos nossos olhos. Essa CPI está servindo somente, para ver os bastidores de um filme de horror que o País está vivendo, os conspiracionistas quando viram suas posições políticas ameaçadas, resolveram partir para o tudo ou nada. Assistindo a esse show de horrores sem nenhum pudor e respeito, vemos o reflexo do Brasil colônia que ainda vive e continua sendo saqueado por esses, que se dizem os defensores da constituição. Senhoras e senhores este é o famoso “deep state” um movimento orquestrado para acabar de vez com a soberania do país e de seu povo. Toda a sujeira veio à tona e ficará cada dia mais difícil esconder quem são os verdadeiros “players” e genocidas deste país e do mundo. Lembre-se: A guerra é do povo contra o sistema!!! Para eles não existe direita e esquerda, querem somente dividir povos para conquistar seus objetivos.

 

Beth Passos

Jornalista