Pular para o conteúdo
Fiscalização

ANP e Procon investigam possíveis irregularidades nos combustíveis vendidos na Capital

Amostras de combustíveis em 33 postos da Capital foram coletadas nesta semana

Coleta das amostras devem encerrar nesta quinta-feira,5. (Foto:  José Caminha/Secom)

Uma análise para verificar possíveis irregularidades nos combustíveis vendidos em Rio Branco e na cidade de Senador Guiomard será feita pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e pelo Procon. A etapa da coleta de amostras, em 33 postos de gasolina, começou na última segunda-feira e é finalizada nesta quinta, 5.

O objetivo é verificar a qualidade da composição dos combustíveis, detectando fatores como a quantidade de álcool (existe um valor padrão) e adulteração da gasolina, diesel e álcool vendidos.

A fiscalização é uma demanda da ANP e deve aprofundar as análises no Estado. “A gente já faz essa análise em loco, mas fica mais superficial. Essa análise é mais elevada. O que a gente não consegue detectar em loco essa análise vai conseguir fazer”, explica o chefe de fiscalização do Procon/Acre, Rommel Queiroz.

O material coletado pelos agentes técnicos devem passar por uma análise laboratorial na ANP em Brasília, e a previsão é que os resultados sejam divulgados em até 30 dias. Após este período, o mesmo trabalho deve ser feito nas cidades de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Sena Madureira, Feijó, Tarauacá e Xapuri. Uma terceira etapa atendendo outras cidades também deve ocorrer.

Material será enviado para Brasília. (Foto: José Caminha/Secom)

Leia também: Petrobras anuncia aumento na gasolina, no diesel e no gás de cozinha