Pular para o conteúdo
(A)gosto delas

Exposição reúne obras artísticas de 23 mulheres acreanas

Exposição contempla obras que vão da literatura ao gratife, no Memorial dos Autonomistas

Exposição fica disponível até 31 de agosto, no Memorial dos Autonomistas. (Foto: Hannah Lydia)

Projetar e trazer visibilidade as mulheres que atuam no cenário acreano, este é o principal objetivo da exposição “(A)gosto Delas”, realizada no Memorial dos Autonomistas, no cento de Rio Branco. Ao todo, são 45 trabalhos entre fotografias, pinturas, obras de string art, bordados, grafites e esculturas, que ficam expostos até 31 de agosto, de segunda a sexta (8h às 12h /14h às 18h) e sábado e domingo (14h às 20h).

O local recebe obras tanto de artistas mais experientes, como Bell Paixão, quanto de artistas estreantes, como a jornalista e escritora Fanny Dimytria. Uma de suas criações que vieram ao público é uma foto em que ela explora as ideias e convenções acreca do corpo feminino e explora sua própria bissexualidade. “A mulher é vista através de um feminino muito específico de ser pequena, ponderada… e eu nunca me vi assim, como uma pessoa sensual e feminina. Eu também quis trazer minha sexualidade a tona, porque é algo que estou me reconectando”, explica.

Além da foto, Fanny criou uma instalação artística com uma escrivaninha que propõe ao público vivenciar o antigo hábito de escrever cartas, com cera e canetas especiais, mas com uma diferença: a carta é para você mesmo. Momento marcante para a estreia da jornalista no meio artístico. “Quantas artistas não devemos estar perdendo porque acham que precisam fazer algo grandioso e espetacular? É em iniciativas como essas que a gente descobre novos artistas e abre mentes”, declara.

Instalação artística da Fanny Dimytria em que público pode escrever cartas de autoamor. (Foto: Hannah Lydia)

“(A)gosto Delas” é uma continuidade de outro projeto semelhante realizado antes da pandemia, pela Fundação Elias Mansour (Fem). Com o retorno, a curadoria buscou ampliar a exposição para além as artes visuais. “Fizemos essa reunião de linguagens e cada mulher ficou muito a vontade, cabia a cada uma a missão de fazer desse agosto ao seu gosto. E o trabalho foi uma surpresa para todos”, comenta Rosilene Nobre, que assina a curadoria junto com Simone Pessoa e Hannah Lydia.

O nome da exposição brinca não apenas com o mês, mas com gosto delas tem com a ideia de aproximar artistas que queiram compartilhar seus gostos, olhares, experiências e vivências. O projeto é do Governo do Estado do Acre, por meio da Fem, com curadoria da Usina de Arte João Donato.

Trabalhos de artistas acreanas vão do grafite a literatura. (Foto: Hannah Lydia)

As 23 artistas que participam da exposição são: Allana di Souza, Alessandra Dutra, Beatriz Bentes, Bell Paixão, Bruna Duarte, Dani Mirini, Duda Modesto, Ellen Pitta, Fany Dimytria, Hanna Araújo, Hannah Lydia, Heide Genifer, Hellen Lirtêz, Isabel Darah, Kétila Flor, Laélia Rodrigues, Lara de França, Lira Montes, Marina Bylaardt, Nattércia Damasceno, Rafaela Zanatta, Rosilene Nobre, Simone Pessoa e VandSmile.

Leia também:Mais de 15 apresentações teatrais gratuitas compõem a II Semana do Teatro